Já viu festa junina sem vinho?

O Dia de Santo Antônio é comemorado em 13 de junho. São João é comemorado em 24 de junho. São Pedro, no dia 29. O que isso lembra? Festa junina e vinho quente. Vinho muito quente.

Mas, como sempre, a gente começa é do começo!

A festa junina tem origem rural, e nasceu há muitos séculos, na Europa, para celebrar e agradecer a fartura da colheita. Está relacionada, também, ao solstício de verão no hemisfério Norte, ou seja, ao dia em que o Sol, ao meio-dia, atinge seu ponto mais alto no céu, e tem-se o dia mais longo e a noite mais curta de todo o ano.

Com o tempo, essa festividade de origem pagã ganhou um cunho religioso, ou como dizem, foi cristianizada. Chegou ao Brasil com os portugueses, ainda durante o período colonial. A festa junina é uma tradição popular na qual comemoram-se os santos do mês de junho: Santo Antônio, São João e São Pedro.

A festa junina é marcada pelas roupas caipiras, pelas bandeirinhas, pela música, pela fogueira, pela quadrilha, e, é claro, pelas comidas e bebidas típicas! E é aí que entra o vinho...

Primeiro, vamos às comidas. Churrasquinho de carne, frango ou linguiça. Pastel. Pipoca. Cachorro quente. Pinhão. Espiga de milho. Sim, tudo isso faz parte dessa festa, e não pode faltar, para não ter reclamação!

Mas, e os doces? Ah, os doces... Pipoca doce, bolo de milho e de fubá, curau, pamonha, canjica, pé-de-moleque, paçoca, maçã do amor, cocada e arroz doce. Não há regime que resista a essas gostosuras.

 Uma dica: sabia que o seu arroz doce pode ficar MUITO mais gostoso, com vinho espumante e chocolate branco? Sim, é verdade! Veja essa receita, clicando aqui.

E para beber, quais as opções? Sem falar no suco de milho, e no chocolate quente, que é sempre bem-vindo em noites frias, uma boa festa junina tem, é claro, quentão e vinho quente!

Quentão é o nome dado a duas bebidas diferentes. No sul do país, quentão é feito com vinho tinto e infusão de canela. Mas no resto do Brasil, quentão que é quentão é feito basicamente com cachaça, açúcar, gengibre, limão, cravo e canela.

E o vinho quente? É uma deliciosa combinação de vinho, açúcar, frutas e especiarias. Cada um tem uma receita, é claro. Nós, aqui, temos duas! Para fazer um vinho quente muito especial, clique aqui. E, se quiser uma outra versão, de um vinho quente tropical, veja a receita clicando aqui.

 Uma surpresa: para quem acha que vinho quente é coisa de brasileiro, que tal conhecer o Glühwein, o vinho quente europeu? Essa pode ser uma boa ideia para surpreender seus convidados... Para ver a receita, clique aqui.

 Uma curiosidade: você já ouviu falar na festa de São João do Porto, que acontece em Portugal, na véspera do dia de São João, e que é conhecida como a “noite mais longa do ano”, por lá? Para ler sobre isso, clique aqui.

 Uma outra curiosidade: reparou que boa parte do cardápio da festa junina é baseada em milho? Não é coincidência, não. É que a festa coincide com a época da colheita desse grão.

 A última curiosidade: o termo “festa junina” vem do termo “festa joanina”, em homenagem a São João, mas também está relacionado ao termo “festa junônia”, festividade pagã da Antiguidade que celebrava a colheita, prestando uma homenagem à deusa Juno, da mitologia romana.

Depois de tudo isso, o que mais a gente pode fazer? Desejar a todos, uma boa festa junina, com um bom vinho quente!




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.