Fraudes e falsificações

O mercado de vinhos premium e o mercado de vinhos de alto luxo são repletos de raridades. Mas, infelizmente, também apresentam algumas fraudes e falsificações.

Vamos, então, conhecer duas dessas histórias...

 Bunellogate

Um caso que ficou muito famoso entrou para a história como “Brunellogate”, numa referência ao caso do escândalo de Watergate, que aconteceu na década de 1970, e que culminou com a renúncia do presidente americano Richard Nixon. Na Itália o caso ficou conhecido como “Brunellopoli”, em referência a um escândalo político da década de 1990 na Itália, chamado Tangentopoli.

Pois bem. Algumas vinícolas de Brunello foram acusadas de adulterar seus produtos, rotulando como Brunello vinhos que não seguiam as normas estabelecidas para a denominação de origem. Os vinhos em questão continham outras uvas, em sua composição, que não apenas a Sangiovese, como prevê o regulamento.

Por que os produtores fariam isso com o próprio vinho? Para adicionar características falhas, ao vinho que estavam produzindo, e, também, para aumentar o volume disponível de um vinho com alto valor no mercado, devido à notoriedade do nome da denominação de origem Brunello di Montalcino.

 Dr. Conti

Esse era o apelido do indonésio Rudy Kurniawan, tamanha parecia ser sua afinidade com um dos ícones do mundo do vinho, Domaine de la Romanée-Conti. No início dos anos 2000, ele surgiu no mercado do vinho parecendo ser apenas um jovem e rico colecionador, que vivia na Califórnia. Rapidamente passou a frequentar grupos seletos, de gente muito famosa.

Bancava contas exorbitantes, consumindo com seus novos amigos, os rótulos mais caros do mundo. E ninguém nem percebia ou desconfiava quando, ao final da noite, ele solicitava ao gerente que enviasse a ele todas as garrafas vazias.

Passou a gastar milhões de dólares em leilões, até que em 2006 ele começou a participar desses eventos, vendendo grandes quantidades de vinhos nunca antes leiloados, arrecadando muitos milhões de dólares.

Ele começou a ser desmascarado em 2008, ao tentar leiloar vinhos borgonheses do Domaine Ponsot cujas safras simplesmente não existiam, sendo confrontado justamente por Laurent Ponsot, proprietário do Domaine Ponsot. Após uma série de outros casos similares, o FBI finalmente prendeu Rudy Kurniawan, que acabou condenado à prisão.

Em sua casa foram encontrados milhares de rótulos falsos, carimbos de safra, um equipamento profissional para inserção de rolhas em garrafas, além de dezenas de garrafas de vinhos da Califórnia, que eram usados nas falsificações, junto com outros vinhos da Borgonha.

A boa notícia é que, com o tempo, o risco desse tipo de problema tende a diminuir e até a acabar. Isso porque a tecnologia vem sendo cada vez mais empregada para evitar esses desvios, e assegurar ao consumidor a qualidade do que está sendo consumido. Para conhecer uma dessas soluções, clique aqui.

Para encerrar, um brinde, à honestidade e a todas as pessoas de boa índole!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.