Vinho

Todos nós sabemos o que é vinho. Mas de onde vem esse nome?

Primeiro precisamos lembrar de onde vem o vinho.

Videiras devem existir, na Terra, há aproximadamente 120 milhões de anos, sendo que videiras da espécie Vitis vinifera existem há cerca de 60 milhões de anos!

Mas o homem moderno, capaz de cultivar uvas e produzir vinho, é bem mais jovem do que isso. Foi no Período Neolítico, ou Idade da Pedra Polida, que o homem começou a cultivar plantas e criar animais.

Evidências arqueológicas indicam que o cultivo de uva e produção de vinho começaram na Mesopotâmia e em áreas ao redor do Mar Cáspio, em algum momento entre 6.000 e 4.000 a.C. Talvez, e até mesmo provável, onde hoje fica localizada a Geórgia.

É de se supor, assim, que a palavra vinho deva originar-se de alguma língua falada naquele período, naquela região. E, de fato, a palavra vinho parece derivar de uma antiga e obsoleta palavra semita voina.

Mais tarde surge a palavra grega oinos, que depois dá origem à palavra vinum, em latim, de onde vem vinho, em português.

A mesma palavra voina teria sido transformada, com o tempo, nas atuais palavras georgianas gvini, ou gvino.

Todas essas palavras ficam ainda mais parecidas quando olhamos apenas para os seus radicais, ou seja, para aquela parte da estrutura da palavra que é a mais importante, e que contém o seu significado básico:

 voina, a “palavra original”

 oinos, em grego

 vinum, em latim

 vinho, em português

 gvini, ou gvino, em georgiano atual

Se você ainda acha pouco, aqui tem mais:

 yayin, em hebraico

 gini, em armênio

 vino, em russo

 vyno, em lituano

 gwin, em galês

Sem falar, ainda, nos mais conhecidos por aqui:

 wine, em inglês

 wein, em alemão

 vin, em francês

 vino, em espanhol e também em italiano

E, mesmo parecendo mais diferentes, ainda podemos citar:

 mvinyo, em suaíli, idioma africano

 waina, em maori, idioma dos povos nativos da Nova Zelândia

 wain, dito pelos abissínios ou etíopes

A fonte em comum, ou seja, a mesma origem dessas palavras, sugere que a produção e o consumo de vinho tenham realmente se espalhado por todo o mundo a partir de um único ponto. Incrível, não é mesmo?

Para encerrar, se quiser saber mais sobre a Geórgia, um dos mais prováveis berços do vinho, clique aqui




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.