Os super vinhos Supertoscanos

Essa é uma categoria não oficial da Toscana, não reconhecida pelo sistema de classificação dos vinhos italianos. Mas que merece, e muito, ser conhecida por todos os apaixonados por vinho!

Na década de 70, alguns produtores toscanos consideravam as normas jurídicas que regiam a produção de vinho de Chianti demasiadamente restritivas. Para que um vinho pudesse ser rotulado como Chianti, ele não poderia ter mais do que 70% de Sangiovese em sua composição, e, necessariamente, deveria ter no mínimo 10% de uma das uvas brancas nativas. Além disso, era proibida a mistura de uvas como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah, por não serem tipicamente italianas.

Essa foi uma época de crise para os vinhos Chianti, quando estavam sendo considerados, inclusive, de baixa qualidade. E muitos produtores optaram por fugir dessas regras tão restritivas, que impediam a produção de um vinho de melhor qualidade, a fim de produzir os melhores vinhos possíveis!

Os vinhos que surgiram fora destes regulamentos, portanto proibidos de usar a rotulagem Chianti, eram obrigatoriamente classificados como Vino da Tavola, que é o patamar mais baixo de vinhos da Itália. Ironicamente, isso acontecia mesmo quando eram vinhos extraordinários, como, de fato, muitos eram.

A qualidade excepcional destes vinhos estava ligada não só à escolha de uvas, mas também à introdução de inovações no processo de vinicultura, como a diminuição no rendimento dos vinhedos, a antecipação da colheita de determinadas variedades, a utilização para vinhos brancos de tanques de aço inox com temperatura controlada, a fermentação malolática dos vinhos tintos, o uso de barris novos de carvalho da Eslovênia e da França, entre outras.

O fato é que esses produtores precisavam de um termo que diferenciasse, junto aos consumidores, esses grandes vinhos que estavam sendo produzidos, afastando-os dos modestos Vinos da Tavola. Assim surgiram os Supertoscanos, a maioria deles à base de Sangiovese, em corte com uvas típicas de Bordeaux, ou por vezes sendo produzido até como varietal da cepa. Se quiser ler mais sobre a diferença entre cortes e varietais, clique aqui.

No final dos anos 80, a tendência de produzir vinhos fora das regulamentações, e utilizando uvas originárias de Bordeaux, já estava consolidada na Toscana, no Piemonte e no Veneto. Esse foi o momento em que mudanças no sistema de classificação dos vinhos italianos foram implementadas e, muitos dos vinhos comercializados como Supertoscanos puderam ser enquadrados até como DOCG, em reconhecimento à sua alta qualidade. Atualmente, é possível encontrar Supertoscanos DOCG Chianti, DOC Bolgheri, IGT Toscana, enquadrados no novo sistema. Se quiser entender melhor como funciona o sistema italiano de denominação de origem, clique aqui.

Felizmente, o prestígio do nome Chianti foi merecidamente restabelecido, e, quem ganhou com essa crise, fomos nós, com o surgimento dos Supertoscanos, esses grandes vinhos de estilo bordalês, mas de caráter claramente italiano!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.