Adoramos curiosidades!

Melhor que um vinho, só mesmo um vinho com bons amigos, e boa conversa! Que tal levar algumas curiosidades, para a próxima degustação?

 Diz a lenda que Dionísio, o deus grego do vinho, fugiu da Mesopotâmia pois lá bebia-se somente cerveja. Essa era a forma de os antigos gregos explicarem a natureza bárbara dos povos babilônicos.

 O vinho orgânico é obtido apenas por métodos naturais de produção, sem a utilização de fertilizantes e defensivos químicos. Já o vinho biodinâmico inclui um conjunto de práticas que não são apenas ecologicamente corretas, mas também economicamente viáveis e socialmente responsáveis.

 No início da 2ª Guerra Mundial, adaptou-se um terço dos vagões de carga franceses para transportar vinho para o front de batalha, pois acreditava-se que os soldados precisavam mais do que os civis.

 O vinho é tão citado na Bílbia que, juntas, as palavras vinho, vinha e vinhedo, aparecem 400 vezes, contando o Antigo e o Novo Testamento!

 Eça de Queiroz cita diversos vinhos consumidos, em diferentes ocasiões, em O Crime do Padre Amaro, Os Maias, e A Cidade e as Serras. Dos vinhos portugueses, o mais citado na sua obra é o Vinho do Porto.

 Sharkespeare criou, para um de seus personagens, uma pitoresca opinião: “Ninguém pode fazê-lo rir. Mas isso não é de admirar; ele não bebe vinho.”

 Vinhos raros e caros foram degustados no cinema, no premiado filme A Festa de Babette, vencedor do Oscar de melhor estrangeiro de 1988. Essa é uma diversão garantida para os amantes do vinho e da boa mesa.

 E, por falar em cinema, pipoca pode sim, acompanhar um bom vinho! As melhores indicações são os espumantes, ou tranquilos produzidos à base de Chardonnay.

 E, como um assunto leva a outro, sabia que a Chardonnay, tão difundida pelo mundo, era plantada quase que somente na Borgonha e em Champagne, até a década de 1960?

E essa não é a primeira vez que trazemos algumas, das muitas curiosidades do mundo dos vinhos. Para ler mais, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.