Quando aconteceu?

O vinho nem sempre esteve em garrafas. As garrafas nem sempre tiveram rolhas. As rolhas nem sempre foram fáceis de serem retiradas.

Estamos tão acostumados com algumas coisas que, inconscientemente, agimos como se elas sempre tivessem sido assim. Mas não foram.

Por exemplo, foi no século 17 que houve um grande e rápido crescimento do uso de garrafas de vidro para o armazenamento de vinho. E foi nesse século, também, que teve início a utilização das rolhas como método de fechamento para as garrafas.

Mas foi apenas no século seguinte, o 18, que surgiu o saca-rolhas... Já imaginou, nesse meio tempo, que difícil situação para os apreciadores do vinho?

No século 18, também, surgiu e ganhou força o conceito de safra no mundo do vinho, e também a ideia de envelhecimento e desenvolvimento da complexidade dos vinhos ao longo do tempo.

Somente no século 19 apareceram as primeiras referências às lascas de carvalho, como alternativa ao uso de barris para o contato do vinho com a madeira. Curiosamente, a aprovação deste expediente, pela União Europeia, aconteceu somente no século 21.

Voltando um pouco, o século 20 foi um marco para a indústria moderna do vinho. Foi quando, por exemplo, passamos a dominar o controle da temperatura do vinho, principalmente durante o processo de fermentação.

Foi também quando um maior conhecimento de técnicas agrícolas permitiu que as uvas fossem colhidas mais maduras, com mais açúcar que pudesse ser convertido, por sua vez, em mais álcool. Os vinhos atualmente têm um teor alcoólico bastante superior ao que tinham, no passado.

E o que podemos sinalizar, como relevante, nos últimos tempos? Um interessante fato relativo ao século 21 é a ciência ter sequenciado o genoma da videira. E o que isso significa, ou representa? Que avançamos, por exemplo, na direção do cultivo de plantas mais resistentes a doenças. E também significa que estamos mais próximos de compreender as bases moleculares dos aromas e sabores dos vinhos, entre outros avanços.

É, o vinho faz parte da história da humanidade. Na verdade, a história do vinho e a história do homem se encontram e se confundem.

Mesmo porque, ao que tudo indica, o cultivo da vinha teve início, provavelmente, 6.000 anos antes do nascimento de Cristo... Aliás, se quiser ler milênios de história, em menos de 2 minutos, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.