Existe vinho após a morte?

Abydos foi uma importante cidade do antigo Egito, uma região sagrada que também é um local de interessantes descobertas arqueológicas, relacionadas ao vinho!

No final do século 19, arqueólogos escavaram, em Abydos, o túmulo de um tal Rei Scorpion, que data de aproximadamente 3.200 a.C.

Na tumba, além dos restos reais, foram identificados muitos objetos, como caixas de madeira cheias de roupas, hieróglifos em placas de marfim, jóias, móveis... Pelo que se sabe da cultura e religião egípcia, tudo aquilo que era considerado essencial para acompanhar um monarca durante a eternidade.

Entre todos esses objetos, em uma parte do túmulo, também estavam mais de 300 vasos de barro, intactos. Submetidos à análise química, comprovou-se que esses vasos haviam sido utilizados para armazenar vinho.

Num primeiro momento, essa constatação deixou os arqueólogos inquietos, pois o Rei Scorpion viveu no Egito, séculos antes do cultivo de qualquer vinha na região do Nilo. De onde teria vindo, então, tanto vinho?

Ao analisar os vasos, os arqueólogos, então, perceberam que os mesmos eram feitos de barro da Palestina, e não do Egito. O que isso significa? Significa que o nosso amigo Rei Scorpion era um grande importador de vinho! Isso, numa época na qual as distâncias eram extremamente difíceis de serem vencidas...

E por que o vinho estava na tumba? Porque ele era considerado essencial para uma boa vida após a morte, um privilégio de poucos.

Na realidade, imagina-se que o Rei Scorpion, agora já íntimo nosso, também tenha desfrutado as delícias do vinho em vida, mas, disso não há provas. O que sabemos, de fato, é que ele queria compartilhá-lo com os deuses!

Será que ele conseguiu?




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.