Algumas vinícolas milenares...

Se é verdade que a prática traz a perfeição, alguns produtores, com praticamente mil anos de existência e experiência na vitivinicultura, estão certamente “bem na fita”!

 Château de Goulaine, no Vale do Loire

Essa é uma história que começa no Ducado da Bretanha, no século 12, com Jean de Goulaine construindo um forte, para defender-se de ataques do Ducado da Normandia. A nobre família Goulaine foi a única proprietária do Château até 1788, vésperas da Revolução Francesa, quando ele foi vendido a um banqueiro holandês. Readquirido por um membro da família Goulaine em 1858, o imponente castelo de pedra calcária ainda pertence a esta família, uma das mais ilustres da região francesa da Bretanha.

O Château de Goulaine, que simboliza mil anos de história, produz por exemplo vinhos Muscadet, com garrafas e rótulos criados por Robert de Goulaine (1933-2010). Se quiser saber mais sobre a denominação de origem Muscadet, clique aqui. Ou então, para desfazer a confusão entre Moscatel, Muscadelle ou Muscadet, clique aqui.

 Barone Ricasoli, na Toscana

O nome Ricasoli está relacionado ao mundo do vinho desde o ano de 1141, quando a família Ricasoli passou a ser proprietária do Castello di Brolio, em uma negociação que envolveu troca de terras. Na fronteira entre Siena e Florença, rivais na Idade Média, o Castello acabou se tornando o palco de muitas batalhas medievais.

O barão Bettino Ricasoli (1809-1890) é considerado o criador dos vinhos da denominação de origem Chianti, baseados na uva Sangiovese. Até hoje, Barone Ricasoli é o produtor mais importante da região de Chianti Classico. Do total de 7.000 hectares autorizados a produzir vinhos desta DOCG, 1.200 hectares pertencem à vinícola Barone Ricasoli. Se quiser ler mais sobre Chianti e Chianti Classico, clique aqui. Ou então, para ler uma divertida história sobre a rivalidade entre Siena e Florença, que explica o Gallo Nero de Chianti, clique aqui.

 Schloss Johannisberg, na região alemã de Rheingau 

Schloss, em alemão, significa castelo. Aproximadamente no ano 1100, foi fundado um mosteiro beneditino, que depois foi renomeado, em homenagem a São João Batista, como Johannisberg. O castelo, destruído ao ser atingido por uma bomba em 12/08/1942, foi reconstruído entre os anos de 1945 e 1964.

Desde 1720, os vinhedos de Schloss Johannisberg passaram a ser ocupados somente por videiras da uva Riesling, fazendo de Schloss Johannisberg a primeira propriedade vinícola, do mundo, a cultivar exclusivamente essa cepa. Se quiser ler mais sobre os vinhos da região vinícola de Rheingau, uma das mais ilustres do mundo, clique aqui. Ou então, se quiser ler sobre a uva Riesling, clique aqui.

Nada como ter história para contar, não é?




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.