A cultura do vinho nas escolas

Certamente é difícil separar a história do vinho da história dos povos do Mediterrâneo. Então, será que não é o caso de estudá-la, nas escolas?

Baseado principalmente nessa ideia, o senador italiano Dario Stefàno apresentou um projeto de lei inusitado: introduzir “História e Cultura do Vinho” como disciplina curricular obrigatória na Itália.

Segundo o projeto, os alunos que poderão vir a ter esse conteúdo são os matriculados nas escolas primárias (ensino fundamental 1), secundárias de 1º grau (ensino fundamental 2) e secundárias de 2º grau (ensino médio). Ou seja, todos os alunos das escolas italianas, a partir dos 6 anos de idade.

Em um evento oficial para apresentar o projeto de lei para a imprensa, o senador disse: “Não existe nenhum pedaço da história do nosso país que não cruze com eventos relacionados a uvas e vinho. Temos que começar a ensinar o que é a Itália também pelas características de identidade que acompanharam todos os passos mais importantes da nossa história. É hora de incluir a “História e Cultura do Vinho” no conhecimento das nossas crianças.

Não se trata de reforçar o ensino técnico em escolas profissionalizantes. Pelo menos não agora. A intenção é colaborar para a riqueza de conhecimento geral das novas gerações, por meio da história do vinho, e do papel dessa cultura na história da Itália e do Mediterrâneo.

A ideia é fazer as crianças e os jovens entenderem o papel cultural e folclórico do vinho para os italianos, o patrimônio cultural por trás das centenas de cepas nativas do país, e até mesmo a importância econômica desse setor.

Aos que consideram esse projeto um incentivo ao consumo precoce de álcool, o senador rebate dizendo exatamente o oposto, que a cultura e a educação são as melhores maneiras de prevenir os excessos. E que a ideia é enriquecer a educação dos jovens.

Attilio Scienza, professor da Universidade Católica do Sagrado Coração, também presente no evento, explicou que o jovem atual, quando aprende a consumir álcool fora de casa, o faz com o objetivo de embriagar-se. Trazer a história e a cultura do vinho para dentro da escola, como estava antigamente dentro das casas e no seio das famílias, é ensinar que a origem do vinho origem está na identidade e no sentimento de pertencimento. Beber vinho não é uma gratificação física, e sim, cultural, por meio da história que há por trás dele.

Acrescentou também, Riccardo Cotarella, presidente da Assoenologi (Associazione Enologi Enotecnici Italiani), que o vinho deve primeiro ser abordado pela mente, para depois ser abordado pelos sentidos, e que ensinar sobre o vinho nas escolas significa ensinar também sobre a importância de se beber com inteligência e moderação.

Será que isso vira lei, na Itália?

Para encerrar, se quiser saber mais sobre a produção de vinhos italianos, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.