O paradoxo francês

Afinal, o que o vinho tem a ver com isso? E o que a gente tem a ver com isso?

Vamos por partes:

 Projeto MONICA

A OMS, Organização Mundial da Saúde, desenvolveu um importante estudo internacional, entre as décadas de 80 e 90.

Esse projeto foi batizado como WHO MONICA: World Health Organization MONItoring system for CArdiovascular disease, ou seja, um sistema de acompanhamento de doenças cardiovasculares.

Envolvendo milhões de pessoas, em diferentes países, esse foi o estudo mais abrangente, já feito sobre o tema.

 O resultado e o paradoxo

O resultado dessa pesquisa demonstrou menor incidência de problemas cardiovasculares em alguns países, em comparação a outros.

E o que é um paradoxo? É uma contradição. Teoricamente, alguns hábitos típicos dos franceses dariam elementos para concluir uma coisa, mas os fatos constatados eram outros.

Apesar de uma dieta rica em gordura saturada, apesar de fazerem poucas atividades físicas, e apesar do elevado índice de fumantes à época do estudo, os franceses tinham menos doenças coronárias.

 A expressão famosa

A história conta que a expressão “Paradoxo Francês” ficou notória a partir de 17 de novembro de 1991, em virtude do famoso programa 60 Minutes, da Rede CBS.

Serge Renaud (1927-2012), cientista francês especializado em doença cardiovascular, afirmou durante o programa, que o vinho tinto consumido diariamente pelos franceses era uma das mais fortes explicações para diminuir o índice de doenças coronárias, e aumentar a expectativa de vida dos franceses.

Comparados aos americanos, os franceses tinham uma taxa 50% inferior de doenças do coração, e uma expectativa de vida 2,5 anos, maior.

O impacto desse programa foi tamanho, que a ele atribui-se o crescimento do mercado consumidor de vinho, nos EUA, no ano seguinte. Em 1992, os americanos aumentaram seu consumo de vinho em cerca de 40%.

Obviamente, o consumo moderado de vinho, de maneira isolada, não vai fazer nenhum milagre. Como disse o próprio Renaud, “se todos os dias você comer bife e batata frita com duas taças de vinho, você não vai muito longe”. Mas, associado a outros hábitos saudáveis, pode ser sim muito benéfico à saúde.

Obviamente, também, o consumo de vinho não é recomendado para todas as pessoas. Na dúvida, consulte um médico.

E, se quiser ler mais artigos relacionados à saúde, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.