Você é o pizzaiolo!

A história da pizza começa há mais de 5.000 anos. Ao que consta, hebreus e egípcios comiam o pão de Abraão, uma massa de farinha, água e sal, assada em temperatura alta, depois coberta com ervas e alho. Essa mistura era chamada de Piscea.

Desde 1985, institui-se o dia 10 de julho como o Dia da Pizza. Neste dia, foram eleitas as 10 melhores receitas de mussarela e marguerita de São Paulo, em um concurso estadual.

Da piscea à pizza dos dias atuais, a receita mudou, evoluiu, e ganhou várias versões. Mas parece que um dos desafios, ainda, é assar uma deliciosa pizza em nossos fornos caseiros convencionais. Então, aproveite essa receita, própria para fornos à gás, escolha seu sabor preferido, e veja nossas dicas de harmonização!

 

Rendimento:

2 pizzas de massa média (ou 3 pizzas de massa fina)

Ingredientes:

-  15 g de fermento biológico fresco

-  1 colher (de sopa) de açúcar

-  10 ml de azeite extravirgem de oliva

-  1 colher (de sopa) de sal

-  300 ml de água em temperatura ambiente, preferencialmente mineral

-  700 g de farinha de trigo

 

Modo de Preparo:

Misture o fermento e o açúcar, em um recipiente, até derreter. Acrescente o azeite e o sal. Junte a água, misturando a massa com uma das mãos. Adicione a farinha aos poucos, em etapas.

Trabalhe a massa por aproximadamente 10 minutos, ou até que ela comece a soltar das mãos. Amasse por mais 5 minutos, para que ela fique lisa. Polvilhe um recipiente com farinha e coloque a massa para “descansar” por cerca de 2 horas. Dica: o forno ou mesmo o micro-ondas, ambos obviamente desligados, são uma boa opção de local para esse “repouso”.

Após isso, divida a massa em 2 porções (caso queira uma massa mais grossa) ou em 3 (caso queira mais fina) e abra-a com o rolo (caso queira uma massa mais lisa) ou com a mão (caso queira uma massa com aspecto mais rústico).

Dica de molho? Uma lata de tomate pelado, azeite extravirgem e orégano. Pique bem o tomate pelado, misture com azeite e orégano, e pronto! Agora é só espalhar na massa e colocar a cobertura de sua preferência! Ah, detalhe: pizza tem cobertura, não recheio, ok? Salvo se for calzone. 

 

Harmonização:

Pizza é um prato facílimo de harmonizar, sabia? Tintos, como Chianti, Valpoliccela, Zinfandel, Tempranillo, Carmenère, Merlot, Shiraz e Malbec, são ótimas escolhas.Se preferir um branco, Chardonnay será uma excelente opção! E para mais dicas de harmonização com pizza, clique aqui.

Bom apetite!





Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.