Degustando em três etapas

Existe uma maneira lógica de apreciar um vinho: pela visão, pelo olfato e pelo paladar. E talvez essa seja a grande diferença entre beber e degustar...

 Degustando com os olhos

Aprecie a cor do seu vinho. O vinho branco pode ser incolor como a água, ou profundamente amarelo. O rosé vai de um pálido salmão a um rosa escuro. E o tinto, então, pode ser púrpura, violeta, rubi ou até mesmo atijolado. Para observar melhor, coloque a taça contra um fundo branco, como uma toalha de mesa.

Mas o mesmo vinho, com o tempo, também vai mudando. Os brancos, com o envelhecimento, ganham cor. Já os tintos, perdem.

E, independente da cor, a aparência do líquido deve ser sempre brilhante, nunca turva.

Aproveitando esse momento de desfrute e de prazer, observe, também, as lágrimas do vinho. Sabe o porquê elas ocorrem? Para ler, clique aqui.

 Degustando com o nariz

O olfato de um vinho nos diz quase tanto sobre ele, quanto o próprio paladar. Grande parte da sutileza de um vinho está nos aromas que ele tem.

Curiosamente, os aromas raramente são de uva. Frutas vermelhas, baunilha, cravo, pimenta, caramelo, tabaco, fumaça... Esses, sim, são aromas comuns nos vinhos. Mas como assim, se são feitos justamente de uva? Se quiser ler mais sobre isso, clique aqui.

O fato é que o nariz humano pode detectar uma infinidade de aromas. O vinho, pos sua vez, pode emanar milhares deles. E, os enófilos, divertem-se e muito com essa combinação. Aliás, se quiser ler uma pesquisa sobre a quantidade de odores que um ser humano pode distinguir, clique aqui.

Para liberar os aromas do vinho, e degustá-lo com o nariz, o ideal é girar a taça. Leia mais sobre isso, clicando aqui.

 Degustando com a boca

Essa é a hora de testar e atestar a acidez, a doçura e o amargor de um vinho.

Mas o prazer do vinho na boca não é somente vindo do paladar, mas também do tato. Quando experimentamos um vinho, sentimos sensações químicas e físicas, também.

Além dos sabores, em si, nessa etapa da degustação percebemos o corpo do vinho, a adstringência, a temperatura, a efervescência...

Para permitir que o vinho revele todas as suas características, um degustador atento roda o vinho na boca, antes de realmente engoli-lo.

Além disso, um degustador verifica, por fim, a persistência do vinho, ou seja, a duração do prazer. Isso costuma ser um dos sinais de vinhos de qualidade.

Aqui está, portanto, a diferença entre beber e degustar... Já ouviu a expressão que degustar é ter intimidade com o vinho? Pois é, é isso.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.