Os dez aromas, por Peynaud

Os aromas que sentimos podem ser agrupados de diferentes formas. Essa é uma delas.

Essa é uma classificação bastante aceita no mundo do vinho, mesmo porque foi criada por uma das maiores autoridades no assunto: Émile Peynaud (1912 – 2004).

Os 10 aromas podem, ainda, ser apresentados em 4 grandes grupos, ou séries:

 Vegetal, Floral e Frutada

Os aromas vegetais muitas vezes estão ligados a uvas colhidas precocemente, antes do devido amadurecimento. Por isso mesmo, esse aroma era muito comum nas primeiras colheitas mecanizadas.

Os aromas florais são mais frequentes nos vinhos brancos, mas também são identificados em rosés e tintos, e são característicos, em geral, de vinhos jovens.

Os aromas frutados, por sua vez, são onipresentes em vinhos jovens, e tendem a diminuir e a desaparecer, progressivamente, com o envelhecimento do vinho.

 Etéra e Química

Esses aromas, em grande parte, têm origem fermentativa. Aqui encontramos a maioria dos álcoois, ácidos e ésteres aromáticos. Se você acha estranho um aroma desse tipo, pense em alguns Rieslings, por exemplo, que podem trazer notas de gasolina ao nariz. 

 Amadeirada, Balsâmica, Condimentada e Empireumática

Esses aromas são agrupados dessa maneira para evitar classificações tão detalhadas que chegam a ser discutíveis, porque se entrelaçam. O cheiro de madeira aquecida, por exemplo, é amadeirado ou empireumático? E o pinho, deve ser considerado um aroma balsâmico ou amadeirado?

 Animal

Como assim, vinho com cheiro animal? Sim, a verdade é que aromas de cavalo, couro e caça não são raros nos vinhos velhos. Mas é claro que, conforme sua natureza e intensidade, podem se tornar aromas desagradáveis, o que não costuma ser o caso.

Para encerrar, se quiser saber mais sobre Émile Peynaud, uma das maiores referências da enologia, clique aqui.

Ou então, se quiser ler sobre aromas estranhos que podemos identificar em um vinho, clique aqui. E, se você acha um exagero sentir tantos aromas diferentes, assim, que tal ler sobre um estudo científico a respeito da capacidade olfativa do ser humano? Para ler, clique aqui?





Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.