Exercitando os sentidos

Assim como quase tudo na vida. Ser um bom degustador também requer prática, e não só habilidade. Então, que tal praticar?

 Como reconhecer vinhos encorpados

O corpo de um vinho é a textura e o peso dele, na boca. O corpo de um vinho varia em função do teor alcoólico, dos taninos, do contato com a madeira...

Um bom paralelo, para entender essa sensação, dá-se com o leite. Compare a diferença entre o leite desnatado e o leite integral. E no caso dos vinhos? Compare a diferença entre um leve Sauvignon Blanc neozelandês e um encorpado Chardonnay da Califórnia. Ou então, para os tintos, entre um leve Valpolicella e um encorpado Barolo.

 Como reconhecer vinhos tânicos

Para esse exercício, compare duas xícaras de chá preto, um bem diluído e um bem concentrado. A mesma diferença de adstringência, ou secura na boca, acontece entre os vinhos, dependendo do nível de taninos. Compare extremos, degustando um vinho produzido com a uva Gamay e um vinho produzido com a uva Tannat.

Se quiser ler mais sobre taninos, clique aqui.

 Como reconhecer vinhos ácidos

Fácil, rápido, simples. A acidez refresca o paladar, mas, em excesso, traz um gosto azedo. Como treinar seu paladar para a acidez? Esprema meia laranja em um copo cheio d’água. Em outro, esprema meio limão. Prove a diferença.

Agora, contraponha a baixa acidez de um vinho branco produzido com Marsanne, e a elevada acidez de um português Vinho Verde. E, se quiser saber mais sobre Vinho Verde, clique aqui.

 Como reconhecer vinhos amadeirados

No vinho branco, a passagem por madeira dá um caráter amanteigado ao vinho. O exemplo mais clássico de todos é a diferença entre Chablis (Chardonnay mineral da Borgonha), e um Chardonnay tipicamente californiano, envelhecido em barris de carvalho. Procure a sensação de manteiga nesse segundo, e você encontrará.

Em tintos, as notas de carvalho remetem, com mais frequência, ao aroma da baunilha. Quer dois extremos, para comparar? Um espanhol, de Rioja, rotulado como Joven, que é um vinho em seu primeiro ou segundo ano após a colheita, fresco e frutado, ideal para ser degustado ligeiramente gelado. No outro oposto, um Cabernet Sauvignon do Vale do Napa, que tem, nitidamente, a influência do carvalho novo, com muitos compostos aromáticos transmitidos ao vinho.

A boa notícia: para reconhecer todos esses aspectos do vinho, é necessário muito treinamento. Então, exercite-se!




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.