A melhor taça de qualquer vinho

Você já sentiu uma certa saudade antecipada de determinado vinho, ao servir a última taça de uma garrafa? Provavelmente sim, e provavelmente você não está sozinho, nessa.

Essa é a opinião defendida por Matt Kramer, um conceituado crítico de vinhos que começou sua carreira em 1976 nos EUA. Segundo ele defendeu, recentemente, trata-se do “fenômeno da última taça”.

Por razões objetivas e subjetivas, a melhor taça de qualquer vinho seria, ou é, sempre a última.

Objetivamente falando, o argumento é simples. O líquido no final da garrafa é o que mais tempo ficou exposto ao ar, podendo liberar seus compostos aromáticos e revelar sua intensidade olfativa. Esse argumento ganha ainda mais força quando lembramos que a imensa maioria do vinho consumido é jovem, e a priori, todos os vinhos jovens beneficiam-se quando expostos ao ar por determinado período.

Mas será, essa, toda a explicação? Não.

Não é só o vinho que muda, entre a primeira taça e a última. O degustador também muda, nesse percurso.

Há um entorpecimento natural causado pelo efeito relaxante do álcool já consumido. Isso significa que, na primeira taça, estamos com os sentidos mais apurados do que na segunda, e assim por diante, é claro.

Mais do que isso, há o envolvimento psicológico com o vinho. Na primeira taça degustada, de uma garrafa, nossa tendência é tentar analisá-la segundo os nossos parâmetros e expectativas. Com o passar do tempo, nos tornamos mais abertos a aceitar cada vinho como ele de fato é, e não como esperávamos que ele fosse.

Na primeira taça degustada, fazemos conexões lógicas com o preço pago pela garrafa, com o país de origem, com o nome do produtor ou do rótulo, com a uva utilizada, com a temperatura de serviço, enfim, fazemos uma análise mais crítica e talvez menos generosa. Com o passar do tempo, nos permitimos simplesmente desfrutar o vinho, em si.

Ou seja, não é somente o vinho que se abre às pessoas. As pessoas também se abrem ao vinho.

E aí, você concorda com Matt Kramer, que a melhor taça, de qualquer vinho, é a última?




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.