Vale do Itata

Tudo bem se você nunca ouviu falar nesse nome. Mas depois de conhecê-lo, talvez você nunca mais o esqueça...

O Vale do Itata, no sul do Chile, é uma das regiões vinícolas mais antigas daquele país, talvez a primeira delas, na verdade. As primeiras videiras chegaram nessa região por volta de 1550, junto com os primeiros colonizadores.

Ao longo dos séculos, o Vale do Itata foi o grande produtor de vinhos chilenos, mas a partir de meados do século 20, a história mudou, e atualmente, o Vale do Itata responde por mais ou menos 8% da produção de vinhos do país, com cerca de 11.000 hectares de vinhas, e onde atuam aproximadamente 1.600 produtores.

O que se vê, de uns anos para cá, é um “redescobrimento” dessa região. Se antes ela era focada em quantidade, agora seu foco está totalmente voltado para a alta qualidade de sua produção.

E as condições impostas, ou oferecidas, pela natureza, não podiam ser mais favoráveis: clima mediterrâneo, baixas temperaturas (mesmo no verão, não é extremamente quente), solo bem drenado e muita exposição à luz solar. O resultado são uvas que favorecem a produção de vinhos com maior frescor e acidez mais pronunciada.

Originalmente, o Vale do Itata era uma terra dedicada às variedades País e Moscatel de Alexandria, que ainda são, de fato, as mais cultivadas.

A Cinsault, que é chamada na região pelo sinônimo Cargadora, chegou ao Vale do Itata por volta de 1940, e apresenta excelentes resultados desde então, oferecendo vinhos que, também produzidos por maceração carbônica, lembram o estilo fresco e frutado dos Beaujolais.

Mas a região tem atraído a atenção de enófilos não só pela qualidade dos seus vinhos, mas também pelo seu valor histórico, em si. No Vale do Itata encontram-se muitas das vinhas velhas do país, e é possível resgatar a herança de vinificação chilena.

Além disso, vale ressaltar que no Vale do Itata, o resgate de antigas tradições e o alinhamento com novas tendências andam juntos. Bons exemplos disso são a utilização de lagares de concreto, a colheita manual, e a produção de vinhos laranjas, com a Moscatel de Alexandria sendo fermentada junto com suas cascas.

Tudo isso tem colocado o Vale do Itata na rota de enoturismo do Chile. Essa não parece uma boa ideia, para umas férias?

Para encerrar, que tal ler um pouco mais sobre a variedade de uvas cultivadas no Chile, clicando aqui? Ou então, se quiser ler sobre o renascimento da Carmenère, no Chile, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.