Pouilly-Fumé

Um nome engraçado. Mas um vinho para ser levado muito a sério! Venha conosco, conhecer os vinhos da denominação de origem Pouilly-Fumé!

Como se pronuncia esse nome? Pouilly-Fumé deve ser lido como se fosse “puí fiumê”. Estranho, mas sem mistério. Mas o que significa Pouilly-Fumé? Vamos por partes...

 Pouilly vem de Pouilly-sur-Loire, nome da comuna francesa de aproximadamente 1.700 habitantes. Chama-se Pouilly-sur-Loire (Pouilly de Loire) porque está localizada às margens do rio Loire, o maior rio francês.

 Fumé tem duas explicações. A primeira está relacionada à uva Sauvignon Blanc, que quando madura fica coberta por uma camada cinzenta que lembra fumaça. Não é à toa que, nessa região, a Sauvignon Blanc é muitas vezes chamada de Blanc Fumé. A outra explicação está relacionada ao aroma da terra da região, típico do sílex, rocha dura capaz de produzir faíscas pelo atrito, utilizada em peças antigas de artilharia, espingardas, isqueiros...

A história da cultura da vinha nessa região remonta ao século 5. Durante a Idade Média, houve uma grande expansão da área produtora de vinhos em Pouilly, graças, principalmente, aos monges beneditinos. E a boa fama do vinho dessa região já era notória desde o século 12, sendo apreciado pela realeza da época.

Essa AOC (Appellation d'Origine Contrôlée) foi oficialmente criada em 1937, fica na região vinícola do Vale do Loire, e produz aproximadamente 9 milhões de garrafas de vinho por ano.

Um vinho rotulado como Pouilly-Fumé, ou Blanc Fumé de Pouilly, é produzido exclusivamente a partir da Sauvignon Blanc. E a área dos vinhedos, que somam 1.300 hectares, está restrita a 7 comunas: Pouilly-sur-Loire, Tracy-sur-Loire, Saint-Andelain, Saint-Laurent-l’Abbaye, Mesves-sur-Loire, Saint-Martin-sur-Nohaim e Garchy.

Um Pouilly-Fumé é um Sauvignon Blanc seco e encorpado, muito aromático e de incomparável complexidade. Suas marcas registradas são a impressionante mineralidade e os aromas frutados, que podem incluir frutas cítricas com notas de limão e grapefruit, outras frutas como groselha, pêssego, maracujá e lichia, flores brancas como acácia e lírio, e, ainda, avelã e marmelo.

As melhores safras de Pouilly-Fumé apresentam vinhos que podem ser guardados por cinco a dez anos.

Para apreciar melhor o Pouilly-Fumé, não o deixe extremamente gelado, não. O ideal é sempre servi-lo a 8 ou 9°C.

Algumas harmonizações muito felizes com esse vinho costumam ser peixes grelhados e assados, carne branca servida com molhos cremosos, e queijos de cabra.

Quem gosta de Sauvignon Blanc não vai se arrepender desfrutando o caráter único de um Pouilly-Fumé. Mas, cuidado para não confundi-lo com o Pouilly-Fuissé, produzido no sul da Borgonha a partir de uvas Chardonnay! Os nomes são parecidos, mas os vinhos, não!

Se quiser comparar um outro estilo de Sauvignon Blanc, também francês, e também do Vale do Loire, nossa sugestão é procurar por um rótulo de vinho branco de Sancerre. Para ler mais sobre esses vinhos, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.