Valpolicella

A “pérola de Verona”, no norte da Itália, é a zona vitivinícola de Valpolicella, cujo nome dizem significar “Vale de muitas Adegas”.

A área onde os vinhos de denominação de origem controlada Valpolicella são produzidos tem um aspecto fascinante: cada encosta das montanhas recebe um tipo de luz e cada colina apresenta o seu próprio meio ambiente natural. Deste modo, Valpolicella é um conjunto de diferentes paisagens, diferentes belezas, diferentes terroirs, e diferentes vinhos.

Os vinhos de Valpolicella são produzidos com uma quantidade considerável da uva mais ilustre da região, a Corvina (de 40 a 70%), com Molinara (5 a 25%) e Rondinella (20 a 40%). Algumas outras uvas nativas também podem ser usadas, como Barbera e Sangiovese, desde que não ultrapassem, juntas, 15% do corte total do vinho.

Essa prestigiada região oferece uma miscelânea de sabores, com diversos estilos diferentes:

 Um Valpolicella DOC geralmente é um vinho de corpo leve, com teor alcoólico próximo a 11°, e semelhante a um Beaujolais. É ideal para acompanhar carnes brancas.

 O Recioto della Valpolicella é uma versão sedosa e doce, elaborada a partir de uvas secas e fermentação interrompida. De cor vermelha intensa e escura, é particularmente adequado para acompanhar sobremesas e queijos.

 Os vinhos Amarone della Valpolicella são um dos mais antigos entre os grandes vinhos italianos. Emblemáticos da região, são produzidos a partir de uvas secas atingidas pela podridão nobre. Mais alcoólicos, chegam a 15 ou 16°, e fazem parte do seleto grupo de vinhos denominados com DOCG (denominação de origem controlada e garantida). Têm cor vermelha intensa, aroma que lembra fruta, tabaco e especiarias secas. O sabor é muito frutado, seco, mas muito suave, encorpado, com forte personalidade. Pode ultrapassar 20 anos de conservação. São excelentes opções para acompanhar pratos de carne e queijos maduros, mas também para serem degustados como um vinho de meditação.

 O Valpolicella DOC Ripasso é produzido a partir dos resíduos das uvas utilizadas para o Amarone. A cor rubi e os aromas de baunilha acompanham um gosto refinado, harmonioso, seco e aveludado. Ideal para acompanhar pratos típicos de inverno, carnes e queijos maduros.

Pode ser especificado como Superiore aquele Valpolicella envelhecido, pelo menos, por um ano.

As referências Classico e Valpantena também podem ser encontradas nos rótulos de Valpolicella, e fazem distinção de terroirs específicos, que proporcionam uvas mais saudáveis e vinhos de maior complexidade. São chamados Valpantena os Valpolicella produzidos especificamente no Vale de Valpantena. Para ser considerado um Classico, todas as uvas utilizadas devem ser de vinhedos localizados em uma restrita área que compreende a região original de Valpolicella.

Decifrados os termos utilizados nos famosos vinhos Valpolicella, da próxima vez que se deparar com um desses rótulos, certamente vai degustá-lo com mais prazer ainda, você não acha?

 

foto de vinhedo e vinícola em Valpolicella, da vinícola Bertani




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.