Málaga

Na Espanha, em Andaluzia, Málaga é uma cidade encantadora, assim como seus vinhos.

Diz a história que, em 1224, o rei da França Filipe Augusto organizou a "Batalha dos Vinhos", na qual estavam os mais prestigiados vinhos da época, provavelmente o primeiro concurso de degustação do qual se tem registro. E, durante esse encontro, o vinho de Málaga foi nomeado como o Cardeal dos Vinhos.

Os vinhos da denominação de origem Málaga são produzidos, principalmente, a partir das uvas Pedro Ximénez (famosa também pelos Jerez) e Moscatel. Se quiser ler mais sobre Moscatel, clique aqui.

Esses vinhos podem ser tranquilos, sem adição de aguardente vínica, sendo secos ou doces (produzidos com uvas muito maduras, ou até mesmo desidratadas).

Mas, os vinhos de Málaga mais conhecidos e reconhecidos são os fortificados, aqueles produzidos com a interrupção da fermentação, pela adição de aguardente de uva.

Dependendo de quando o álcool é adicionado, e se este vem de uvas frescas ou secas, diferentes tipos de vinho Málaga fortificados são produzidos:

 Vino Dulce Natural, obtido com o mosto de uvas frescas e fermentação interrompida com aguardente

 Vino Maestro, produzido com o mosto de uvas frescas, e fermentação muito lenta e incompleta, com a adição de álcool acontecendo antes do início do processo

 Vino Tierno, a partir do mosto de uvas secas, com alta concentração de açúcar, e fermentação interrompida pela adição de aguardente

A tradição vinícola de Málaga também dá diferentes nomes aos vinhos, de acordo com o tempo de envelhecimento de cada um deles:

 Pálido, envelhecido até 6 meses

 Noble, com um período de 2 a 3 anos de envelhecimento

 Añejo, com 3 a 5 anos de envelhecimento

 Trasañejo, quando o envelhecimento é superior a 5 anos

Uma característica marcante nos vinhos de Málaga é a variedade de cores. Teoricamente, quanto mais envelhecidos, mais escuros. Mas outro fator também é fundamental na influência sobre a cor: a adição de um xarope, elaborado com o próprio mosto do vinho, reduzido com o calor, em banho-maria ou não. E, esse processo também leva a uma classificação dos vinhos:

 Dorado, sem xarope, com a cor que varia de dourado a âmbar, resultante somente do envelhecimento

 Rojo Dorado, com adição de até 5% de xarope, e cor âmbar, com reflexos avermelhados e dourados

 Oscuro, com adição de 5 a 10% de xarope, com cor variando entre âmbar escuro e mogno escuro

 Color, com adição de 10 a 15% de xarope, esses vinhos vão de mogno escuro até ébano

 Negro, acima de 15% de xarope, e cores que vão de ébano a preto

A grande variedade de cores, aromas e sabores dos vinhos de Málaga é um convite para novas descobertas no mundo dos vinhos.

Esses são vinhos ideais para serem apreciados com aperitivos, queijos azuis, foie gras, e também com sobremesas, inclusive as elaboradas à base de chocolate.

E, como ingrediente, Málaga é famoso pelos deliciosos sorvetes desse sabor...

Deu água na boca? Experimente.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.