Jurançon

Uma denominação cheia de histórias. Um local cheio de charme. Vinhos muito atraentes. Bem-vindo a Jurançon!

Para se ter uma ideia da tradição desses vinhos, o primeiro registro histórico de Jurançon, ou Jurasoo, é da Idade Média, do ano de 988. Sim, mais de 1.000 anos atrás!

Diz a história, também, que Henri IV, que viria a ser rei da França, foi batizado com Jurançon nos lábios, ao nascer, em 1553. Vai saber...

Jurançon fica no sudoeste da França, no departamento de Pyrénées-Atlantiques. São mais de 1.000 hectares de vinhas, a 300 m de altitude, distribuídas por 40 km2, em 25 comunas.

O calor do sul da França, e a proximidade das montanhas e do mar, juntos, contribuem para um clima único em Jurançon, ideal para o amadurecimento de uvas, e para a produção de grandes vinhos brancos doces.

Segundo a legislação que regulamenta Jurançon, as uvas permitidas na produção destes vinhos são: Petit Manseng, Gros Manseng, Courbu Blanc, Petit Courbu, Camaralet de Lasseube, e Lauzet.

Vinhedos em encostas íngremes obrigam, necessariamente, a colheita manual destas uvas. Na realidade, a colheita vai acontecendo lenta e gradualmente, com o produtor selecionando apenas os frutos mais maduros.

Os vinhos de Jurançon, sempre brancos, podem ser:

 Jurançon sec, ou Jurançon seco, que é produzido com as primeiras uvas colhidas, no começo de outubro. É um vinho rico e redondo, cheio de personalidade. De cor dourada com reflexos verdes, possui aromas florais e frutados, que remetem a maracujás e amêndoas. Excelente combinação com salmão e trutas.

 Jurançon moelleux, ou Jurançon doce, que é produzido com uvas colhidas entre o final de outubro e o final de novembro. É um vinho robusto, doce, com boa acidez e muito equilibrado. Com coloração que varia de esverdeado a ouro velho, apresenta aromas de flores brancas, mel, pão torrado e frutas cristalizadas. Também é comum encontrarmos referências a mangas e até a bananas, nas colheitas tardias. Perfeito com foie gras e com roquefort.

Grandes safras de Jurançon moelleux apresentam vinhos extremamente longevos, podendo se desenvolver por até mais de 20 anos. Não é à toa que esse é um grande nome do mundo dos vinhos...

Fica aqui a dica. Jurançon. Um grande vinho francês.

E, para ler mais sobre a produção de vinhos na França, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.