Mendoza

Mendoza é uma Indicação Geográfica bastante comum de encontrarmos, já que esta é a região vinícola mais importante da Argentina.

Pela legislação da Argentina, um vinho pode ser rotulado pela sua Indicação Geográfica quando as uvas utilizadas na sua produção tiverem sido cultivadas em seu território, e só se justifica quando determinadas características forem atribuídas fundamentalmente pela origem.

É o caso daqueles vinhos que sinalizam no rótulo a província vitivinícola de Mendoza, cujos aproximadamente 160 mil hectares de vinhedos representam mais que o dobro do total da área ocupada por exemplo, pelas uvas no Brasil.

Mendoza, inclusive, é o berço de duas Denominações de Origem argentinas, Luján de Cuyo (a primeira a ser oficializada, em 2005) e San Rafael (reconhecida desde 2007).

Em Mendoza produz-se 80% do vinho argentino, e esse é, sem dúvida, um pólo de referência do mundo do vinho, não só na Argentina, mas em toda a América do Sul.

Mendoza fica no coração da Cordilheira dos Andes. Os vinhedos de Mendoza, localizados aos pés das montanhas, são irrigados pelas águas do Rio Mendoza e pela água pura do degelo da Cordilheira.

As variedades mais presentes em Mendoza são: Malbec, Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Torrontés, Bonarda e Sauvignon Blanc. Para que um vinho seja rotulado como varietal, segundo a legislação da Argentina, ele deve ter sido produzido com pelo menos 85% de determinada uva em sua composição.

As principais regiões nas quais Mendoza divide-se, são: Norte, Leste, Centro, Sul e Valle de Uco.

As altitudes dos vinhedos de Mendoza variam muito, desde 450 metros acima do nível do mar, no Sul, até 1.700 metros de altitude, no Valle do Uco. No Centro de Mendoza estão os melhores solos, e é de onde saem os vinhos com as melhores reputações, e o Malbec mais tradicional do país.

Falando em tradição, harmonizar churrasco feito com cortes argentinos, e um vinho Malbec da região de Mendoza, é uma experiência para lá de prazerosa. Cuidado para não ofuscar o talento e a dedicação do churrasqueiro, com todo mundo comentando a beleza do vinho!

Aqueles que gostam de experiências ainda mais completas, visitem Mendoza no início do mês de março, no início da colheita, para participar das festividades locais.

Antes de finalizar, uma curiosidade: Mendoza é chamada de Terra do Sol e do Vinho, na qual chovem apenas 200 mm por ano.

E, para finalizar, se quiser ler mais sobre os vinhos mendocitos rotulados como Luján de Cuyo, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.