O que é clone de uva?

Esse é um assunto que vire e mexe aparece, mas que por outro lado, é bastante evitado, também. Afinal, o que é clone de uva?

Vamos lá. As uvas mais utilizadas para a produção de vinhos são as da espécie Vitis vinifera. A Pinot Noir e a Chardonnay, por exemplo, são variedades diferentes, ambas pertencentes à espécie Vitis vinifera.

Mas nem toda videira de Pinot Noir é exatamente igual a outra videira de Pinot Noir.

Isso porque as vinhas são altamente adaptáveis, reagindo ao ambiente, gerando mutações genéticas, que são variações genéticas sutis, que ocorrem geralmente entre os muitos bilhões de células que compõem uma videira.

Essas variações genéticas são realmente pequenas, não caracterizando o surgimento de uma nova variedade, mas apenas uma subdivisão dentro dela. Cada subdivisão, dessa, é chamada de clone.

Teoricamente, quanto mais velha for uma variedade, mais clones ela terá produzido, ao longo do tempo. Por exemplo: a Pinot Noir, uma das variedades mais antigas da qual temos conhecimento, tem centenas de diferentes clones.

Mas quais são as possíveis diferenças entre um clone e outro, de uma mesma variedade?

Um clone pode amadurecer seus frutos um pouco mais rápido que outro, pode ser mais ou menos resistente a determinadas pragas, pode ser mais ou menos vigoroso, ou pode até mesmo produzir uvas com aromas e sabores ligeiramente diferentes. Pode, também, apresentar bagos de tamanhos diferentes, e cachos de tamanhos diferentes, mais ou menos compactos.

Continuando no exemplo da Pinot Noir, enquanto a região de Champagne prioriza o cultivo de clones com maior rendimento, como os de número 521, 743 e 779, os tintos da Borgonha são produzidos com clones de Pinot Noir que apresentam bagos menores e rendimentos mais baixos, como os números 777 e 828.

Para tentar manter o caráter de uma vinificação bem-sucedida, os produtores fazem o que chamamos de seleção clonal, reproduzindo somente clones selecionados.

A melhor forma de preservar as características desejadas, de determinada uva, é a reprodução por meio da clonagem. Pode-se fazer isso de duas maneiras: um pedaço de videira é cortado e plantado diretamente no solo, onde novas raízes brotarão, ou esse pedaço de videira pode ser enxertado em uma videira já enraizada.

Vale lembrar que, de olho na complexidade de seus vinhos, muitos produtores optam, também, por plantar vários clones diferentes de uma mesma variedade, o que contribui para a diversidade do seu vinhedo.

Na nossa opinião, todo assunto relacionado ao vinho é interessante. Até clonagem! Mas o melhor mesmo, sem dúvida, é degustar! Seja o vinho produzido com qual clone for... 

Para encerrar, se quiser ler mais sobre espécies e variedades, ou entender melhor o que é uma cepa, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.