Guia rápido de países e uvas

Você sabe onde são cultivadas as uvas que produzem os vinhos que você mais gosta?

 França, Chile e Estados Unidos, nessa ordem, são os maiores produtores de Cabernet Sauvignon do mundo. Apesar dessa variedade de origem francesa ser considerada internacional, quase a metade de toda Cabernet Sauvignon, do mundo, está concentrada nesses 3 países.

 A uva Merlot também é cultivada em grande parte dos países onde há uva e vinho, mas a França é, sem dúvida, sua principal casa. Cerca de 40% dos vinhedos de Merlot encontram-se na França. Em seguida, surpreendentemente vêm a Itália, e depois os Estados Unidos, cada um com aproximadamente 10% de participação.

 Na Espanha estão praticamente 90% de todos os vinhedos de Tempranillo do mundo. Em Portugal, onde essa uva chama-se Tinta Roriz ou Aragonez, estão mais ou menos 8%.

 A Chardonnay é uma uva que também está presente em grande parte dos países vitivinícolas, mas os maiores produtores de vinhos elaborados, a partir dela, são França, Estados Unidos e Austrália, que juntos respondem por quase 60% do total de hectares cobertos por essa variedade.

 Os países mais importantes na produção da Syrah são a França e a Austrália, país onde ela é chamada de Shiraz. Juntos, esses dois países têm cerca de 60% do total de vinhedos dessa uva.

 A Grenache encontra seus maiores vinhedos na França e na Espanha, onde se chama Garnacha. Esses dois países, juntos, concentram quase 90% do total dessa uva, cultivado no mundo!

 O cultivo da Sauvignon Blanc é bem distribuído no mundo. São muitos os países produtores. Enquanto a França responde por cerca de 25%, a Nova Zelândia, outro importante produtor, concentra mais de 15%. Depois vem o Chile com 10%, e a África do Sul com 8%.

 A França e os Estados Unidos, juntos, somam mais de metade de toda a Pinot Noir cultivada no mundo! Ainda na “família Pinot”, a Itália tem 40% dos vinhedos de Pinot Gris de todo o mundo, mas lá ela é conhecida como Pinot Grigio.

 A uva Sangiovese, como era de se imaginar, também está bastante concentrada na Itália. Lá estão mais de 90% de todo o cultivo dessa variedade.

 Já a uva de origem espanhola Monastrell concentra-se basicamente na Espanha, onde estão mais ou menos 70% de todos os seus vinhedos. Na França, onde ela é conhecida como Mourvèdre, estão cerca de 14%.

 As maiores plantações de Cabernet Franc, ao redor do mundo, estão na França, país que responde por mais de 2/3 do total de hectares cultivados com essa variedade. Uma curiosidade: essa é uma uva cuja origem acredita-se estar no extremo norte da Espanha, próximo ao sudoeste da França, onde vivem os bascos.

 A Riesling, que produz alguns dos vinhos brancos mais complexos do mundo, tem quase a metade de seus vinhedos na Alemanha. Na sequência, vêm Estados Unidos, Austrália e França, que juntos representam outros 25% dos vinhedos dessa cepa.

 A Malbec, cuja origem é francesa, tornou-se presente, principalmente, na Argentina, onde encontram-se praticamente 75% de todos os hectares dessa variedade!

 As uvas Cinsault e Gamay, ambas francesas, estão presentes predominantemente na França.

 Já a Chenin Blanc, também de origem francesa, é mais presente na África do Sul do que na França, por incrível que pareça. Enquanto mais de metade de toda uva Chenin Blanc cultivada no mundo é sul-africana, a França detém menos de 30% do total mundial dessa cepa.

 A Itália cultiva mais de 95% de toda a Montepulciano existente no mundo. Curiosidade: a Argentina, os Estados Unidos, a Nova Zelândia e o Brasil também são países produtores dessa cepa, obviamente com quantidades comparativamente muito pequenas, em relação à da Itália.

 Para encerrar, uma dica: se quiser ler mais sobre qualquer uma dessas uvas, clique nos nomes sublinhados!




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.