Syrah, Shiraz ou Petite Sirah?

Três nomes parecidos, duas uvas diferentes. Esse é o primeiro conceito para desfazer essa confusão!

 Syrah, a apimentada

Essa é a uva nobre do Vale do Rhône, na França, e uma das variedades tintas mais nobres do mundo, que, de fato, é plantada em praticamente todos os países que se dedicam à produção de vinho.

A Syrah possui um caráter único, muitas vezes descrito como “picante”, e produz vinhos que respondem muito bem ao carvalho.

 Shiraz, o outro nome

Esse nome, teoricamente dados pelos australianos, acabou ficando mais popular que o nome francês. Existe até uma vertente que acredita que Shiraz seja mesmo o nome original, já que a uva seria nativa, na realidade, da cidade persa de mesmo nome, no Oriente Médio.

Mas o fato é que Shiraz e Syrah são exatamente a mesma uva. Os vinhos produzidos, é claro, variam conforme o país, o terroir, o produtor e as técnicas de vinificação, assim como acontece com qualquer outra cepa.

O nome Shiraz é usado, principalmente, na Austrália, na África do Sul, e, eventualmente nos Estados Unidos, exceto na Califórnia, onde o mais comum é Syrah, assim como na maioria do hemisfério Norte e também no Chile.

 Petite Sirah, a filha diferente

Uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa. Petite Sirah é o cruzamento da Syrah (ou Shiraz, agora já está claro) com outra casta, a Peloursin. A Petite Sirah também é chamada de Durif (em homenagem ao Dr. François Durif), e é originária do Vale do Rhône, mas praticamente não é mais plantada na França; os locais mais comuns da Petite Sirah são a Califórnia e a Austrália.

A grafia do nome desta cepa tem muitas variações: Petit Sirah, Petite Syrah, ou Petit Syrah. É comum encontrarmos essas alternativas entre os viticultores dos diversos países para onde essa cepa migrou, como Argentina, Brasil e México. 

Tanto a Syrah (ou Shiraz) como a Petite Sirah (ou Durif) são consideradas variedades do Vale do Rhône, e produzem grandes vinhos, escuros e com alto teor de taninos, mas a semelhança delas acaba por aí.

A Syrah tem aromas de amoras pretas, pimenta-do-reino preta, chocolate escuro e enfumaçado. Já os aromas da Petite Sirah são bastante rústicos, e predominantemente de groselha, pimenta, noz moscada e cravo.

A semelhança na nomenclatura não reflete em suas vinhas, em suas uvas, e menos ainda em seus vinhos! Mas ambos valem a pena! Aliás, diversidade é a palavra de ordem para quem gosta de vinho, não é mesmo?




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.