Algumas dúvidas, e algumas respostas...

Uma das muitas delícias que o vinho proporciona é o vasto conhecimento à disposição, para aqueles que buscam entender o seu universo.

 Qual a diferença entre as uvas que comemos, e as que produzem vinho?

As uvas viníferas em geral são muito menores e mais doces, as peles são mais grossas, as sementes são mais numerosas e maiores. As uvas de mesa, aquelas que consumimos in natura, costumam ser maiores, com peles finas, pouca ou nenhuma semente (que quando existe, é pequena). Com pouca pele e pouca semente em relação à polpa, as uvas que comemos teoricamente produziriam vinhos de menor qualidade, com menos sabor e menos estrutura.

 E o que são as tais uvas nativas?

Também chamadas de autóctones, são as variedades que acabam simbolizando determinado país ou região vinícola. A palavra autóctone, de origem grega, significa “natural do país”. É o caso, por exemplo, da italiana Sangiovese, principal responsável pelos vinhos da região de Chianti. Para ler mais sobre esse assunto, clique aqui.

 Afinal, o que são vinhos do Velho e do Novo Mundo?

Velho Mundo é um termo usado para descrever o mundo conhecido pelos europeus até o século 15. No universo dos vinhos, isso quer dizer países europeus e mediterrâneos com longa tradição histórica no cultivo da vinha e produção de vinho, como França, Itália, Espanha, Áustria, Alemanha, Suíça, Hungria, Portugal, Grécia... Novo Mundo é um termo usado, em contraposição, para falar de regiões com histórias de vitivinicultura mais recentes: Estados Unidos, Chile, Argentina, África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Brasil...

 Quanto tempo o vinho dura, depois de aberto?

O vinho é perecível, e propenso à oxidação. O ideal é consumir a garrafa em 2 ou em 3 dias após ela ter sido aberta. Depois disso, você pode começar a perceber aromas oxidados e um menor caráter frutado, no seu vinho. E, para saber como armazenar o vinho, durante esses dias, clique aqui.

 O que significa uma degustação às cegas?

É uma ocasião em que as pessoas experimentam vinhos sem ter acesso aos seus rótulos. Assim, fica garantida a imparcialidade na opinião a respeito do que está sendo degustado. Procedência, preço, e qualquer outra informação só é revelada ao final da experiência. Uma degustação às cegas costuma ser profissional, mas essa é também uma maneira criativa de receber e entreter amigos, e, ainda, aprender sobre vinhos.

E, se você quiser ler mais algumas perguntas frequentes sobre vinhos, e suas respostas, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.