Os sotaques do vinho

Impossível viajar pelo mundo do vinho sem nos depararmos com muitas terminologias em outros idiomas. Talvez esse seja, inclusive, um dos muitos charmes e atrativos dessa viagem: aprender!

A começar pelos termos franceses, sem dúvida. Das uvas às denominações. Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Petit Verdot, Gammay, Sauvignon Blanc, Pinot Noir... Aos poucos a gente vai aprendendo a fazer o biquinho francês para pronunciar os nomes, e para degustar os vinhos! Até que um dia a gente consegue, sem dar risada, falar Châteauneuf-du-Pape e Pouilly-Fumé!

Já os italianos, com seus adoráveis excessos na fala e nos gestos, carregam consigo alguns dos nomes mais gostosos de se pronunciar, para alguns dos vinhos mais gostosos de se degustar: Montepulciano d’Abruzzo, Brunello di Montalcino, Prosecco di Valdobbiadene, Primitivo di Manduria... Sem falar nos nomes italianos das uvas também italianas, como Corvina, Rondinella, Molinara...

Os alemães certamente estão entre os povos que mais nos desafiam a entender e a falar termos relacionados ao vinho. A começar pela uva Gewürztraminer, que deve ser dita como “gue-vurz-tra-mi-ner”. E sem falar no famoso e mal falado Liebfraumilch, nome difícil que quer dizer “leite materno”, para um estilo de vinho simples e doce que praticamente ficou no século passado...

Os espanhóis, pela proximidade do idioma, nos levam a bons enganos, típicos do famoso portunhol. Rioja não se pronuncia com J. Rioja se diz “Riorra”. Jerez se diz “Rerez”. Mas certamente a gente vai se aproximando de casa, com o espanhol.

Até que chegamos a Portugal, e a graça fica só no sotaque, mesmo. Divirta-se, falando nos vinhos de Trás-os-Montes, com a mesma simpatia com a qual nossos irmãos lusitanos pronunciam esse nome...

O certo é que, nessa viagem, degustando vinhos do mundo inteiro, aproveitamos para conhecer um pouquinho de cada país, de cada cultura, e de cada idioma. Delícia.

Por fim, uma curiosidade. Os americanos identificaram-se tanto com Cabernet Sauvignon, e são capazes de produzir vinhos tão bons a partir dessa uva, que lhe deram um apelido. Nos EUA, Cabernet Sauvignon é Cab. Mais íntimo, impossível.

Agora, que tal acompanhar, conosco, a tradução de alguns termos importantes para quem aprecia vinho, em outros idiomas? Se quiser ler, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.