Branco, rosé, tinto, ou... laranja?

Sim, a cor de um vinho pode ser laranja. Se você ainda não ouviu falar nisso, essa é a hora. Se você ainda não experimentou, essa também é a hora!

A grosso modo, um vinho laranja é um vinho branco produzido como se fosse um vinho tinto. 

Para produzir vinhos brancos, o produtor prensa as uvas assim que elas chegam à vinícola, separando rapidamente os sólidos, para reduzir o impacto da casca sobre o mosto e manter a cor pálida do vinho.

Para produzir vinhos tintos, o produtor prensa as uvas somente após determinado perído de maceração, no qual a parte sólida das uvas permanece em contato com o mosto.

Uvas tintas vinificadas como vinho branco produzem o vinho rosé, em um processo chamado compressão direta. Essa é, na realidade, uma das diferentes maneiras que os enólogos têm de fabricar vinho rosé. Se quiser conhecer outras, clique aqui.

Já uvas brancas vinificadas como vinho tinto produzem o vinho laranja! Sim, o vinho laranja é o resultado da maceração prolongada de uvas brancas.

Para produzir um vinho laranja, os enólogos recorrem, muitas vezes, a vasos de argila, ou ânforas de barro. Esses vinhos são considerados ainda mais pitorescos, por utilizarem antigas tradições vitivinícolas que remetem ao Cáucaso, área geográfica que divide a Europa da Ásia, de onde vêm as evidências mais antigas do cultivo da vinha, e onde o vinho teve sua origem.

E foi com o intuito de resgatar antigas práticas e retornar às raízes da vitivinicultura, que alguns produtores passaram a se dedicar ao vinho laranja, a partir de meados da década de 1990. Eles buscavam fugir das largas escalas comerciais. Esse é, sem dúvida, um vinho de nicho, e não de escala.

Quem popularizou, de alguma forma, esse vinho, foram a Itália e a Eslovênia. Mas é possível encontrar rótulos produzidos em diversas partes do mundo, como França, Chile e Califórnia.

E como são vinhos laranjas? A cor deles, na realidade varia de dourado a âmbar. Eles combinam a acidez, o caráter frutado e a mineralidade dos brancos, com a textura, o corpo e os taninos dos tintos. Eles combinam delicadeza com estrutura. Seus aromas e sabores remetem a damascos, cascas de laranja e de maçã.

Se o vinho rosé é visto, por muitos, como um meio-termo entre os brancos e os tintos, os apaixonados pelo vinho laranja costumam dizer que esse é, na verdade, o melhor dos dois mundos! Será exagero?

Experimente, e forme sua própria opinião...




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.