Quem planta quanta uva

Todo mundo gosta de rankings, ainda mais quando eles nos surpreendem. Veja, por exemplo, o que diz a OIV, em uma análise que acaba de ser divulgada.

Apenas 5 países, juntos, são responsáveis por metade de todos os vinhedos do mundo! São eles:

 Espanha, com 14% do total, em 1.021 milhares de hectares.

 China, com 11% do total, em 799 milhares de hectares.

 França, com 10% do total, em 792 milhares de hectares.

 Itália, com 9% do total, em 690 milhares de hectares.

 Turquia, com 7% do total, em 502 milhares de hectares.

Leia de novo. Sim, a China é o segundo maior cultivador de uvas, do mundo!

A superfície coberta por vinhas, na China, é maior do que na França e na Itália!

Óbvio que isso não aconteceu da noite para o dia, mas a velocidade com que a China vem crescendo seus vinhedos é, sim, impressionante.

No começo dos anos 2000, as vinhas chinesas ocupavam cerca de 300 milhares de hectares, e representavam menos de 4% do total mundial. A área ocupada pelo cultivo de uvas, de lá para cá, quase triplicou!

Outros países que viram seus vinhedos se expandirem, durante esse período, mas em proporções logicamente muito menores, foram os Estados Unidos, a Argentina, o Chile, a Austrália e a África do Sul. Ou seja, os produtores vinícolas mais representativos do chamado Novo Mundo.

Em contrapartida, a Europa tem assistido, sistematicamente, uma redução na superfície coberta pelos seus vinhedos. Espanha, França e Itália, juntas, respondiam por quase 39% dos vinhedos de todo mundo, em 2000. Atualmente, somam “apenas” 33%.

Aparentemente, se tudo continuar na mesma tendência, estamos caminhando para um mundo de vinhos feitos com uvas “made in China”. É chegada a hora, portanto, de repensar conceitos e preconceitos!

E, na carona dos maiores cultivadores de uva, se quiser ver um ranking dos maiores produtores de vinho, clique aqui. Ou então, para saber quem são os maiores consumidores de vinho, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.