Agiorgitiko

A pronúncia parece difícil, mas não é: a-gior-gí-tico. Vale a pena conhecer essa uva...

Apesar de ser cultivada em toda a Grécia, a Agiorgitiko é uma uva tradicional da região do Peloponeso, mais especificamente de Nemeia. Um vinho rotulado com a denominação de origem Nemeia, necessariamente, é composto 100% pela Agiorgitiko.

O nome Agiorgitiko significa “Uva de São Jorge”, provavelmente em uma referência à Capela de São Jorge, perto de Nemeia, na Grécia, ou ao dia de São Jorge, comemorado por algumas igrejas ortodoxas perto do período da colheita. 

Oficialmente, a OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho), reconhece Mavro Nemeas como sinônimo para o nome dessa cepa de origem grega.

E o vinho produzido com a uva Agiorgitiko é conhecido como “Sangue de Hércules”, em uma referência ao primeiro, dos doze trabalhos impostos a Hércules, que foi derrotar o Leão de Nemeia, terrível criatura que aterrorizava a região. Uma das lendas sobre o episódio diz que, após matar o leão, Hércules saciou sua sede bebendo o vinho de Nemeia.

O cacho da Agiorgitiko costuma ser pequeno, assim como seus bagos. A uva, apesar da pele espessa, é muito suscetível às doenças típicas das videiras. É uma variedade que demora a brotar, e também a amadurecer, e com propensão a altos rendimentos se não for devidamente controlada pela poda.

A Agiorgitiko costuma produzir vinhos varietais, mas também é utilizada em cortes com Cabernet Sauvignon, principalmente no vinho de mesa chamado katoi.

Vale lembrar que, para os europeus, vinho de mesa é um vinho que não se enquadra dentro da legislação oficial de nenhuma denominação de origem ou indicação geográfica, mas que mesmo assim é produzido apenas com variedades de uva da espécie Vitis vinifera. Para ler mais sobre a expressão “vinho de mesa”, clique aqui.

Os vinhos tintos produzidos com a Agiorgitiko são notórios pela cor profunda e pelo sabor frutado e aveludado, que remete a cerejas pretas e a ameixas. A picância também é marcante nesses vinhos, que costumam ter baixa acidez.

A versatilidade da Agiorgitiko permite também a produção de rosés ou vinhos tintos muito leves, que lembram o estilo dos franceses Beaujoais.

Uma curiosidade: na Grécia, o amadurecimento de vinhos em barris não significa, necessariamente, carvalho. Uma série de outras madeiras, nativas do país ou mesmo importadas, também são utilizadas nesse processo.

Para encerrar, se quiser ler mais sobre a produção de vinhos na Grécia, clique aqui.





Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.