Arinto

Essa é uma uva muito plantada em Portugal. Vale a pena conhecê-la!

Estudiosos acreditam que essa casta teve origem no oeste de Portugal, onde ficam as regiões de Vinho Verde, Bairrada e Tejo. Na região de Vinho Verde, aliás, a Arinto é conhecida pelo seu sinônimo Pedernã.

Mas muitos são os apelidos regionais da Arinto, como por exemplo: Pé de Perdiz Branco, Chapeludo, Cerceal, Azal Espanhol, Azal Galego e Branco Espanhol.

Os bagos da Arinto são pequenos, com uma pele medianamente espessa, verde-amarelada. O cacho é grande e compacto.

É uma variedade muito vigorosa mas de baixa produtividade, pois apresenta poucos cachos por planta. Demora a amadurecer, e adapta-se bem a diferentes solos e climas, mas é uma cepa bastante sensível a pragas e à podridão.

Uma característica marcante na Arinto é a acidez natural, tanto que os aromas típicos mais associados aos vinhos elaborados com Arinto são maçã verde, limão siciliano e limão taiti. Esses vinhos costumam ser frescos, e aromaticamente marcantes, apesar dos aromas serem considerados relativamente discretos.

Versões com mais complexidade e elegância apresentam, também, notas de frutas tropicais como maracujá, além de pêssego e damasco.

Com boa capacidade de envelhecimento devido à excelente estrutura, o vinho produzido com Arinto normalmente apresenta uma personalidade vibrante, com equilíbrio entre a acidez e o teor alcoólico, caráter mineral marcante, e um toque aveludado.

A elevada acidez faz com que a Arinto seja muito utilizada em vinhos de corte, que na verdade são uma vocação de Portugal. Nos vinhos do Alentejo e do Tejo, por exemplo, é ela quem aporta a acidez necessária para o bom vinho.

Mas essa é uma casta bastante presente, também, na região de Vinho Verde, e na Bairrada. 

Já na região vinícola de Lisboa, a Arinto é a principal casta dos vinhos da denominação de origem Bucelas, onde ela tem uma longa tradição e onde dizem que ela alcança seu apogeu de qualidade.

A Arinto produz vinhos tranquilos, frisantes e espumantes. Se quiser saber a diferença entre um frisante e um espumante, clique aqui.

Os vinhos elaborados com Arinto costumam ser uma boa escolha para acompanhar peixes, durante as refeições. Outras sugestões? Risoto de frutos do mar, e torta de aspargos.

Que tal se render à variedade de vinhos de Portugal? Afinal, é um país com mais de 250 castas nativas! Para conhecer um pouco mais do que os portugueses têm a oferecer ao mundo do vinho, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.