Airén

Essa uva, nativa da Espanha, é praticamente uma desconhecida dos amantes do vinho, apesar de ser íntima dos produtores espanhóis. Entenda o porquê.

Trata-se de uma cepa bem antiga, que era conhecida como Lairén, nome que até hoje é usado na província espanhola de Córdoba. Ela aparece em uma obra intitulada Agricultura General, escrita em 1513 pelo agrônomo Gabriel Alonso de Herrera (1470-1539).

Esse autor, na verdade, apelidou a Airén de tamareira, por considerar a organização das uvas dessa cepa parecida com a disposição de tâmaras, na árvore. Além disso, ele teria afirmado que essa variedade seria mais apropriada para a produção de uvas passas, pois o vinho com ela elaborado era fraco e com pouco corpo. Ironicamente, ele mesmo confessava nunca ter provado um vinho produzido com a Airén...

De qualquer maneira, os vinhos elaborados com Airén sempre carregaram consigo uma reputação que nunca foi das melhores. Mesmo assim, essa já foi a uva mais plantada, em todo o mundo!

Agora você se pergunta: Como assim? Pois é.

Até 1990, a Airén era a uva vinífera mais cultivada mundialmente. Isso porque ela é muito utilizada na produção de destilados na Espanha, onde também era, até então, muito utilizada na produção de vinhos, e a Espanha é o país com o maior número de hectares de vinhedos, em todo o mundo! Sim, 14% de todos os vinhedos do mundo estão na Espanha! Para ler mais sobre isso, clique aqui.

Por que, então, muitos de nós nunca ouvimos falar dessa uva?

Primeiro porque, além dos destilados, os espanhóis a utilizam mais para a produção de baratos vinhos de mesa, que não se enquadram em nenhuma denominação de origem, e que visam o consumo local, não sendo objeto de exportação.

Segundo, e mais importante, porque ela era a mais cultivada em termos de área ocupada, e não em número de videiras. E, enquanto a densidade média em La Mancha, por exemplo, era de 500 a 600 videiras de Airén por acre, em Bordeaux a gente encontra até 4.000 videiras por acre! Isso porque La Mancha, uma das principais regiões de plantio da Airén é extremamente quente e seca, com o agravante de estar propensa a fortes geadas no inverno.

Ou seja, Airén era a variedade que ocupava mais espaço no mundo, mas nem por isso era a uva mais colhida, do mundo!

Mas, falando sobre o vinho, se no passado os vinhos elaborados com a Airén pareciam de baixa qualidade e desinteressantes, atualmente, o uso de métodos como curta maceração e fermentação a baixas temperaturas têm proporcionado vinhos refrescantes, frutados e equilibrados de muito boa qualidade, com uma cor pálida amarela e leves reflexos esverdeados.

Os aromas mais associados a esse vinho são maçã e pera, além de frutas cítricas como limão. E uma boa harmonização é combiná-lo com sardinhas fritas ou assadas.

Nem que seja pela curiosidade, se você tiver a oportunidade, não deixe de degustar um vinho elaborado com a Airén, cultivada quase que exclusivamente em solos áridos da Espanha.

Mais importante que a unanimidade, no mundo do vinho, é a sua variedade!

 




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.