Gamay

Uma uva tinta de pele escura, famosa por produzir vinhos de estilo leve. Assim é a Gamay. Como se pronuncia? Para dizer Gamay, diga Gamê.

Essa uva pode ser encontrada, também, pelos nomes Gamay Beaujolais, Gamay Noir e Jurançon Noir, todos reconhecidos pela Organização Internacional da Vinha e do Vinho.

A origem da Gamay é às vezes creditada à Alemanha, mas sua casa, é sem dúvida, em Beaujolais, na França, onde chegou, provavelmente, no século 14. Na França, é também bastante cultivada no Vale do Loire.

E, enquanto na França a Gamay é vinificada sozinha, já na Suíça, por exemplo, ela é cortada com a Pinot Noir (com quem tem um parentesco, comprovado em testes de DNA). Outros países a cultivarem essa cepa são Canadá, Estados Unidos, Itália, Nova Zelândia, Austrália, Croácia...

A videira da Gamay é vigorosa e muito produtiva, o que inclusive foi motivo de certa desconfiança em relação à cepa, na Borgonha. E é também uma planta que brota e amadurece precocemente.

Os vinhos produzidos pela Gamay são reconhecidamente de caráter frutado. Os aromas comuns são cerejas vermelhas e morangos, às vezes com notas de banana e até de chiclete. Quando cultivada em solos de granito, a Gamay pode também remeter a framboesas e pimentas.

A boa estrutura de ácidos e a baixa quantidade de taninos faz com que esses sejam vinhos ideais para serem consumidos jovens. Mas existem exceções. Os Crus de Beaujolais, por exemplo, podem envelhecer bem por até uma década. Aliás se quiser ler mais sobre a denominação Beaujolais, clique aqui.

A uva Gamay, em si, na realidade tem alta concentração de taninos. Por isso, algumas versões desse vinho podem, sim, ser bastante robustas, mesmo que essa não seja a “tradição”.

Quer uma boa dica de harmonização para degustar um vinho produzido com a Gamay? Peru assado, ou então, salmão grelhado. Aliás, para quem não abre mão de vinhos tintos, com peixe, Gamay é sempre uma boa opção!

E a melhor temperatura para servir esse vinho? Entre 9 e 11°C.

O que está faltando? Nada. Só brindar.

E, se quiser entender melhor o conceito de uma Denominação de Origem, como Beaujolais, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.