Graciano

Graciano é uma cepa típica de Rioja, e é considerada por muitos como a mais interessante da região, à frente até da Tempranillo, principal uva de Rioja e da Espanha!

É chamada, também de Morrastel e de Tinta Miúda.

Além da Espanha, principalmente em Rioja, mas também em Navarra, é possível encontrar algumas poucas vinhas da Graciano na França (em Languedoc-Roussilon, onde inclusive ela foi muito popular durante o século 19), na Austrália, na Argentina e nos Estados Unidos.

Essa não é uma cepa fácil de cultivar. Tem rendimentos bastante baixos, é muito propensa a doenças como o míldio, e leva muito, muito tempo para amadurecer.

O amadurecimento da Graciano é tão demorado, que existe uma piadinha a respeito do seu nome. Quando o produtor pediu que a uva amadurecesse, ela respondeu: “Gracias, no”. E assim, teria ficado seu nome: Graciano...

A demora em amadurecer faz com que a uva não consiga se adaptar, por exemplo, nas áreas mais frias de Rioja. Mas essa mesma demora é responsável, também, pela complexidade de aromas e sabores da uva. E não adianta, obviamente, realizar a colheita antes do tempo. Somente uvas completamente maduras garantem sua plena expressão.

O crescente interesse por uvas indígenas, ou autóctones, tem feito a Graciano ganhar atenção e espaço. Assim, uma uva que já fazia parte de cortes tradicionais de Rioja, dando cor e aroma a esses vinhos, tem também sido cada vez mais utilizada sozinha, na produção de vinhos varietais. Se quiser ler sobre uvas autóctones, clique aqui. Ou então, para ler sobre a diferença entre vinhos de corte e vinhos varietais, clique aqui.

O vinho produzido com a Graciano costuma ser rico em acidez, e às vezes bastante tânico. Isso que faz com que seja bastante apto, também, a envelhecer com qualidade.

Muito aromático, costuma ser associado a hortelã e a frutas escuras, com toque mineral e apimentado.

Uma curiosidade, para encerrar. O rendimento da Graciano é realmente baixo: metade do obtido com a Tempranillo. Cultivar essa uva dificilmente vai ser uma prioridade econômica, portanto. Se duas variedades diferentes, ocupando o mesmo espaço no vinhedo, produzem uma metade da outra, qual a decisão natural? Pensando nisso, o governo espanhol até decidiu, anos atrás, criar subsídios para o plantio da Graciano. Ainda bem, para nós, que apreciamos a variedade!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.