Tibouren

Uma cepa provençal, ou seja, típica da Provence. Só isso já basta para torná-la interessante. Mas, felizmente, ainda tem muito mais...

Estudando o formato das folhas da videira da Tibouren, Pierre Gallet, o pai da ampelografia, considerou que essa cepa apareceu, inicialmente, no Oriente Médio, tendo sido levada para a região da Provence 500 anos antes do nascimento de Cristo. Se quiser saber mais sobre ampelografia, clique aqui.

A origem do nome Tibouren parece estar ligada à antiga cidade de Antibes, fundada entre 600 e 500 a.C., que fica na Riviera Francesa. Mas também há quem relacione seu nome a um capitão que chamava-se Antiboul. Vai saber...

O fato é que Antibois (Antibes) e Antiboul são alguns dos sinônimos utilizados para a uva Tibouren, mesmo que não sejam oficialmente reconhecidos pela OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho). Outros sinônimos, também não reconhecidos oficialmente, são Geysserin, utilizado na Alemanha, e Bianco di Nizza, na Itália.

Falando em Itália, a uva italiana Rossese costuma ser descrita como sendo a mesma Tibouren da Provence, e alguns cientistas já comprovaram o fato com testes de DNA.

A Tibouren é uma cepa nobre, mas muito difícil de ser cultivada, principalmente por ser bastante suscetível a um fenômeno chamado em francês de “coulure”, que provoca a queda de flores e de bagos, tornando os rendimentos dessa videira imprevisíveis! Por isso mesmo, inclusive, trata-se de uma uva rara, que ocupa, na Provence, cerca de apenas 450 hectares!

Especialistas costumam descrever os vinhos produzidos a partir da Tibouren referindo-se a aromas de terra e de especiarias, além dos mais esperados aromas florais e de frutas vermelhas, também presentes nesses vinhos.

Os produtores da Provence muitas vezes utilizam a Tibouren em cortes com Grenache e Cinsault, para produzir os famosos rosés daquela região. Mas é possível, também, encontrar varietais muito interessantes, nos quais a Tibouren é a única e talentosa atriz em cena!

Gostaria de dicas de com o quê combinar um vinho rosé elaborado com Tibouren? Com tomates recheados, com presunto parma, e até mesmo com aspargos grelhados, que costumam ter fama de serem difíceis de harmonizar!

E, se quiser encerrar lendo mais sobre os vinhos rotulados como Côtes de Provence, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.