Roter Veltliner

Para falar dessa variedade, vamos começar, literalmente, do começo!

Uma associação frequente, e equivocada, que é feita com a Roter Veltliner, é seu parentesco com a Grüner Veltliner, a uva mais famosa da Áustria, que ocupa cerca de 1/3 dos vinhedos do país. Elas não são parentes próximas ou íntimas, a não ser pelo nome em comum, segundo um estudo publicado em 1998 pelo cientista Ferdinand Regner.

Além do nome, outro ponto em comum entre Roter e Grüner Veltiner é, sem dúvida, a Áustria. A Roter Veltliner é cultivada, principalmente, no estado de Niederösterreich, mais especificamente em uma região vinícola chamada Wagram, e também em outras regiões, como Kamptal e Kremstal. E, apesar de nativa da Áustria, a Roter Veltliner também é cultivada na Eslováquia e na Hungria.

De difícil manuseio, por ser naturalmente muito produtiva, seus melhores resultados vêm de solos pouco férteis, capazes de conter o alto redimento das vinhas.

É uma variedade de amadurecimento lento, que requer regiões de clima um pouco mais quente, é relativamente resistente à seca, e por vezes muito sensível a geadas. E é propensa a doenças típicas da vinha, causadas por fungos.

Essa cepa apresenta cachos grandes, cônicos e compactos, formados por bagos de tamanho pequeno, cuja pele espessa, originalmente amarela de reflexo esverdeado, torna-se rosada, ou avermelhada, com o amadurecimento.

“Roter”, em alemão, significa “vermelho”. Mas a Roter Veltliner produz vinhos brancos, e também, graças à peculiaridade da cor da pele, vinhos laranjas. Sim, vinhos laranjas. Se você ficou surpreso ou curioso sobre o assunto, e quiser ler mais sobre isso, clique aqui.

O vinho elaborado com Roter Veltliner costuma ter seus aromas associados a casca de limão, a maçã verde, e também a damasco. De caráter mineral, costuma ser um vinho elegante e complexo, encorpado, picante, cítrico e aromático, que desenvolve cremosidade com o tempo de envelhecimento. Falando em envelhecimento, esse vinho é notoriamente longevo.

A harmonização típica de um vinho produzido com Roter Veltliner é bife à milanesaa com salada de batata, um dos pratos mais famosos da cozinha austríaca. Mas, outras boas opções de combinação são filé de frango ou mignon suíno à milanesa, e até mesmo, lagosta preparada na manteiga.

Muito prazer em conhecê-la, Roter Veltliner!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.