Counoise

Como seria a pronúncia dessa palavra? Diga “cun-nuaiz”. E não se apresse a dizer que não a conhece...

Counoise é uma das 13 cepas permitidas nos vinhos da famosa denominação Châteauneuf-du-Pape. Por isso mesmo, grande parte das pessoas que julga nunca ter degustado Counoise, na verdade, já o fizeram, sem nem saber.

Mesmo não sendo uma das protagonistas, essa cepa não é uma mera coadjuvante, nos vinhos de Châteauneuf-du-Pape, não, ainda que ocupe pouca área de vinhedos. O caráter frutado da Counoise, e seus compostos aromáticos, combinados com sua marcante acidez, equilibram e complementam a exuberância da Grenache e a estrutura da Mourvèdre e da Syrah, realçando os sabores delas.

Na França, a Counoise é cultivada no sul do Rhône, na Provence e no Languedoc. Mas ela também pode ser encontrada nos Estados Unidos, na Califórnia e em Washington, onde tem sido vista mais em varietais, do que em cortes.

A origem da Counoise não é clara. Existe uma versão, bem aceita, de que ela teria sido levada da Espanha para a França como presente ao papa Urbano V, um dos “papas de Avignon”, cuja casa de veraneio era um castelo em Châteauneuf-du-Pape. Outra versão, em compensação, garante que a uva é originária do Vale do Rhône.

De amadurecimento mais tardio, essa é uma variedade de moderado vigor, baixo rendimento, com bagos grandes e de pele escura e relativamente fina.

O vinho varietal produzido com a Counoise apresenta cor vermelho-púrpura, e aromas de morangos, mirtilos, ameixas pretas e também de anis e alcaçuz.

De corpo leve, caráter picante, acidez vibrante e taninos suaves, tanto o tinto como o rosé lembram um pouco alguns Beaujolais, por exemplo. Se quiser saber mais sobre Beaujolais, clique aqui.

A harmonização mais comum, nos Estados Unidos, para os varietais de Counoise, é com um prato típico do estado da Louisiana, chamado Jambalaya, uma espécie de paella americana. Já na região de Provence, na França, esse é um vinho rosé para ser apreciado com uma salada típica da cidade de Nice, que leva atum entre os seus ingredientes.

Mas a melhor harmonização, como gostamos de enfatizar, nem sempre é a mais tradicional, e, sim, aquela que nos traz mais prazer durante a refeição. Então, coloque sua criatividade para funcionar, quando for degustar esse vinho!

E, para encerrar, se quiser ler mais sobre Châteauneuf-du-Pape, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.