Marzemino

Se você ainda não conhece Marzemino, não perca essa chance. Você não vai se arrepender...

Dizem que o vinho preferido de Mozart (1756-1791) era produzido exatamente com essa uva. Vai saber, mas o fato é que Wolfang Amadeus Mozart, em sua ópera de 1787 chamada “Don Giovanni”, e considerada por muitos especialistas a sua grande ópera, incluiu a Marzemino na história. O personagem Don Giovanni, pouco antes de ser enviado para o inferno, pede para despejarem vinho, dizendo: "Versa il vino! Eccellente Marzemino!"

Para quem gosta de história, esse já é um motivo mais do que suficiente para conhecer essa cepa, mesmo que hoje em dia ela não desfrute mais de tanto prestígio.

A Marzemino, segundo testes de DNA, nasceu do cruzamento natural entre a Teroldego, nativa do nordeste italiano, e alguma outra uva ainda não identificada. E é exatamente nesse local, mais precisamente em Trentino-Alto Edige, que a Marzemino, conhecida desde o século 16, é mais cultivada nos dias de hoje.

Na Itália, encontramos Marzemino principalmente na região de Trentino, Lombardia, Friuli-Venezia Giulia e Vêneto. Mas ela também está presente na Áustria, Austrália, Nova Zelândia, e até mesmo no Brasil.

Trata-se de uma variedade que demora a amadurecer, de alto rendimento, e altamente sensível a um grande número de doenças provocadas por fungos, típicas das vinhas. Isso faz com que seu vinhedo seja notoriamente de difícil manutenção, exigindo muitos cuidados do produtor que pretende obter vinhos de qualidade.

Essa uva é utilizada tanto em varietais, comuns em Trentino, como também em vinhos de corte, como os produzidos na Lombardia, onde ela se mistura com Barbera, Gropello, Merlot e Sangiovese.

O vinho mais famoso elaborado com a uva Marzemino é o vinho da denominação de origem Colli di Conegliano Refrontolo passito. Esse é um vinho tinto doce feito a partir de uvas secas em esteiras de palha, a fim de concentrar açúcares e sabores. É o processo chamado apassimento.

Surpreendentemente, a Marzemino é utilizada até mesmo para produzir vinhos ligeiramente espumantes, ou frisantes, como por exemplo os elaborados nas regiões de Emilia-Romagna e do Vêneto.

O vinho tinto típico, produzido com a Marzemino, tem tonalidade escura e aromas de violetas e de ameixa, com notas herbáceas. Suas versões secas são excelentes pares para carnes temperadas com alecrim e alho. Já os vinhos de sobremesa elaborados com a Marzemino combinam perfeitamente bem com chocolates amargos e com queijos azuis.

Que tal procurar um Marzemino, para entender como esse vinho conquistou Mozart? Essa pode ser uma experiência única!

E, para ler mais sobre a produção de vinhos na Itália, clique aqui. Ou então, para conhecer outras cepas, tão interessantes como essa, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.