E quando o vinho é rose?

A variedade de vinhos rosé à disposição, nas prateleiras de supermercados, nas cartas de vinhos de restaurantes, e nos catálogos de lojas especializadas, é cada vez maior.

Você sabe como harmonizar esse tipo de vinho, conforme cada estilo? Aqui vão algumas dicas.

Os mais leves, e mais secos, como a maioria dos franceses de Provence, os franceses da Borgonha e do Vale do Loire produzidos com Pinot Noir, alguns de Languedoc-Roussillon, e os italianos Bardolino Chiaretto.

Esses são vinhos ideais para saladas e massas ou risotos leves, à base de frutos do mar e peixes. E são perfeitos para serem apreciados em climas quentes.

Os leves, mas não tão seco assim, como os produzidos no Vale do Loire com a uva Grolleau, da denominação Rose d’Anjou, e também os produzidos em Portugal.

Com um toque de doçura, são bons para saladas, mas não tão bons assim para harmonizar com peixe, e são excelentes vinhos para acompanhar pratos levemente picantes, principalmente risotos.

Os leves e suaves blush wines, que são os americanos conhecidos como White Zinfandel, Cabernet Blanc ou White Merlot. Eventualmente o termo blush também aparece em vinhos australianos ou italianos.

Adocicados e levemente frisantes, esses vinhos são recomendáveis para comidas picantes, peixes como anchova, e também para acompanhar sobremesas de morango, que não costumam ser muito doces.

Os medianamente encorpados e secos, como os franceses do Rhône e alguns de Languedoc-Roussillon, além dos espanhóis de Rioja e Navarra.

Muito versáteis, esses vinhos harmonizam bem com sabores fortes como anchovas, azeitonas, alho, açafrão e pimentão. Assim, são ótimas opções para a paelha espanhola, por exemplo.

Os elegantes e frutados, como os franceses de Bordeaux à base de Merlot, e alguns de Provence, como os da denominação Bandol.

Esses são vinhos para serem apreciados com lagosta, filés de salmão ou de atum. Carnes de pato ou de cordeiro também combinam, e alternativas interessantes são queijos como camembert e brie.

Os encorpados e frutados, como aqueles produzidos com Syrah e Cabernet, no Chile, na Califórnia e na Austrália.

O alto teor de álcool que esses vinhos costumam apresentar (mesmo disfarçadamente) faz com que sejam excelentes parceiros para churrasco, comidas picantes e culinária contemporânea em geral.

Deu para perceber que rosé não é tudo igual, não é mesmo? Isso porque nem abordamos os espumantes, que ficam para outro dia...




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.