Os saca-rolhas

Inventados há cerca de três séculos, os saca-rolhas podem ser muito diferentes, entre si. Você conhece os principais tipos? E qual o seu preferido?

 Saca-rolhas básico: É o mais simples de todos, com uma espiral e um cabo, em formato de T, para girar e puxar. Exige força, e não é fácil de ser usado. Na realidade, é bem difícil... Mas talvez, por isso mesmo, seja o mais charmoso de todos os modelos.

 Saca-rolhas de cabo giratório: Este também é um saca-rolhas simples, mas muito mais fácil de ser utilizado: encaixando o saca-rolhas no pescoço da garrafa, e girando o cabo para inserir a hélice até a rolha subir.

 Saca-rolhas sommelier ou amigo do garçom: Se o básico é o mais charmoso, o amigo do garçom é, por sua vez, o mais utilizado, e o preferido pelos sommeliers. Requer habilidade, mas não exige esforço, pois funciona a partir do princípio da alavanca. E, como conta a história que Arquimedes teria dito, a respeito das alavancas: “Deem-me um ponto de apoio e eu levantarei o mundo”.

 Saca-rolhas de dupla alavanca, de asas, ou borboleta: Simples de usar, principalmente se bem encaixado no gargalo da garrafa. Com as vantagens de ser pequeno e relativamente barato. Quando a hélice é inserida na rolha, as duas alavancas sobem; ao empurrá-las para baixo, a rolha sai.

 Saca-rolhas de alavanca, ou coelho: Sim, seu formato lembra orelhas de coelho... Tem duas hastes que são apertadas para segurar o pescoço da garrafa e uma alavanca que, ao ser levantada, retira a rolha. Fácil para usar, mas mais caro para comprar...

 Saca-rolhas de mesa: Esse é um “coelho de mesa”. Também fácil de usar, também caro para comprar, e além disso, grande para guardar. Mesmo assim, faz sucesso entre os apaixonados por vinho. Não dá para negar que ele tem elegância!

 Saca-rolhas de lâmina dupla ou pinça: Esse modelo exige habilidade e prática. Mas é o mais recomendado para rolhas muito antigas que já estejam mais fragilizadas. Para abrir a garrafa, é preciso inserir as duas finas lâminas pelas laterais da rolha, e puxar com firmeza.

 Saca-rolhas elétrico: Cada vez mais comuns, estão também ficando cada vez mais acessíveis. Não exigem prática nem tampouco habilidade, mas sofrem certo preconceito, como se fossem coisa de “amador”. Bullying contra o saca-rolhas e contra quem o aprecia...

 Saca-rolhas de pressão: Esse talvez seja o mais controverso de todos. Retira a rolha por meio de uma agulha oca, que injeta ar dentro da garrafa. Por que é controverso? Porque há quem afirme que a pressão do ar pode prejudicar o vinho, e além disso, há o risco, pequeno mas real, da pressão quebrar a garrafa.

Na realidade, o saca-rolhas é o que menos importa. O que vale é que o vinho seja aberto, e a companhia seja boa!

Para encerrar, se quiser saber como agir quando a rolha quebra ou emperra, clique aqui. Ou, se quiser entender a diferença entre rolhas naturais e sintéticas, clique aqui. Ou ainda, se quiser ler sobre as polêmicas tampas de rosca, que dispensam o saca-rolhas, clique aqui.


  




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.