Espanha

Quando o mundo pensa em vinho espanhol, está de olho principalmente nos clássicos: tintos de Rioja, espumantes de Cava, e fortificados de Jerez. Mas as últimas décadas testemunharam o surgimento de outros vinhos espanhóis únicos, de qualidade sem precedentes, e que fazem sucesso em todo o mundo.

A variedade de uva que mais representa a Espanha é, sem dúvida, a Tempranillo, com seus belos exemplares de vinhos de Rioja ou Ribera del Duero, entre outros.

Mas hoje é possível afirmar que a Espanha é marcada por diversos estilos de vinhos, de diferentes regiões, revigoradas em uma silenciosa revolução com novos investimentos, novas ideias e novos enólogos.

O sistema que regula os vinhos com denominação de origem, na Espanha, define duas principais categorias:

 IGP, Indicación de Origen Protegida, ou Vino de la Tierra, é uma categoria de vinhos de qualidade e reputação, mas as regras não são tão rígidas. A Espanha tem, atualmente, pouco mais de 40 áreas de produção de vinho nessa classificação.

 DOP, Denominación de Origen Protegida, com regras muito mais rígidas, que fazem esses vinhos serem únicos, em função do terroir e da cultura local. Dentro dessa regulamentação, ainda há subdivisões. Por exemplo, das 69 denominações totais, somente duas, Rioja e Priorato são consideradas “Denominación de Origen Calificada”, seguindo um sistema de controle de qualidade específico.

Se quiser entender melhor o que é um sistema de denominação de origem, clique aqui.

E, assim, dentro desse sistema, temos locais como Priorato, na Catalunha, com tintos complexos e potentes produzidos com a uva Carineña. Rías Baixas, na Galícia, com brancos frescos e aromáticos da uva Albariño. E por aí, vai... Escolha é o que não falta. Mas não deixemos de falar dos clássicos:

 Rioja, o tinto

Os vinhos tintos Tempranillos de Rioja são geralmente maturados em carvalho americano, resultando num sabor acentuado que mistura frutas vermelhas, carvalho tostado e baunilha. Alguns produtores utilizam barris de carvalho francês, dando ao vinho um perfume mais acentuado de especiarias.

Os vinhos brancos de Rioja são menos comuns e oferecem um estilo que as pessoas amam ou odeiam, com um caráter ligeiramente e intencionalmente oxidado.

 Cava, o espumante

Originário da Catalunha, no Nordeste da Espanha, esse é um vinho branco transformado em espumante da mesma maneira que o Champagne, por indução de uma segunda fermentação após ter sido engarrafado.

O Cava é elaborado com a mistura das uvas Macabeo, Parellada, Xarel-lo e Chardonnay – um dos motivos do seu sabor ser diferente do Champagne (elaborado com Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier).

 Jerez, o fortificado

Produzido na Andaluzia, há muitos séculos, Jerez foi a primeira denominação de origem oficialmente constituída na Espanha.

O Jerez é elaborado com três diferentes variedades de uvas – a Palomino, a Pedro Ximénez e a Moscatel. O Jerez pode ser elaborado com apenas uma dessas uvas, mas muitas vezes elas são misturadas, conferindo mais equilíbrio e complexidade.

Conhecer os diferentes vinhos de um país, sem dúvida, é uma das formas de conhecer um pouco sobre o país em si, sua história, suas regiões, sua cultura e seu povo... Então, fica aqui o convite: que tal conhecer um pouco mais da Espanha!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.