Brasil

O Brasil é o terceiro maior produtor de vinhos da América do Sul, atrás da Argentina e do Chile. E, apesar de alguns ainda torcerem o nariz para os vinhos de origem nacional, o Brasil e seus promissores vinhos são cada vez mais reconhecidos no cenário vitivinicultor mundial.

Além dos espumantes de muita qualidade com bom custo-benefício, o Brasil produz vinhos brancos e tintos secos, de estilo fresco, que podem ser muito atraentes, e vinhos de sobremesa igualmente interessantes. Mas vale ressaltar que cerca de 85% da produção de vinhos, no Brasil, ainda corresponde aos vinhos de mesa, sendo que os vinhos finos ainda representam uma parcela muito pequena. Se quiser ler sobre a diferença entre esses dois tipos de vinho, clique aqui.

A história da produção de vinhos, no Brasil, atingiu volume significativo apenas no início do século 20, apesar de algumas tentativas preliminares de plantação de vinhas ao longo do século 16. Mas, foi somente a partir da década de 1970 que começaram a surgir os primeiros vinhos realmente de alta qualidade. E foi a abertura de mercado, na década de 1990, o primeiro grande estímulo para o aprimoramento da produção de vinhos, com produtores investindo em vinhedos e em vinícolas.

Atualmente, os vinhedos brasileiros ocupam uma área de 83,7 mil hectares, e nesse mercado atuam cerca de 1.100 vinícolas.

A maioria dos vinhos brasileiros são produzidos no sul do país, no estado do Rio Grande do Sul, e também em Santa Catarina. Mas também é possível encontrarmos excelentes produtores na divisa entre os estados da Bahia e de Pernambuco, e nos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso...

 Serra Gaúcha

A Serra Gaúcha produz a grande maioria dos vinhos brasileiros, utilizando predominantemente processos não mecanizados de viticultura familiar, em pequenas propriedades.

Dentre as cepas da espécie Vitis vinifera, destacam-se as uvas brancas Moscato Branco, Riesling Itálico, Chardonnay e Trebbiano, e as tintas Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc, Tannat, Ancellota e Pinotage. Merece destaque, na região, a produção de vinhos espumantes de alta qualidade, mas também dos vinhos tranquilos, tanto brancos como tintos.

É da Serra Gaúcha a pioneira Denominação de Origem brasileira: Vale dos Vinhedos. Para ler mais sobre os vinhos de Vale dos Vinhedos, clique aqui.

Na própria Serra Gaúcha, Farroupilha é a cidade que mais produz uvas da família Moscatel, e passou a ser reconhecida como uma Indicação de Procedência para vinhos elaborados com essas cepas. Para ler sobre Farroupilha, clique aqui.

Ainda na Serra Gaúcha, Pinto Bandeira é outro nome que se destaca como Indicação de Procedência, sendo uma região notória pela produção de espumantes. Se quiser conhecer mais sobre os vinhos de Pinto Bandeira, clique aqui.

Mas falar de vinho nacional, ainda que a imensa maioria seja produzida na Serra Gaúcha, sem falar de nomes como Vale do São Francisco, sem falar dos vinhos de Santa Catarina, sem falar na criatividade dos produtores espalhados pelo país, tem seu lado bom. Sobra assunto, para continuarmos conversando, em outros artigos, sobre os nossos vinhos!

Enquanto isso, saúde!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.