China

A China está se tornando um produtor relevante de vinho, já tendo se aproximado dos 5% da produção mundial, com cerca de 1,4 bilhão de garrafas de vinho anuais. É um crescimento astronômico. O país conta com mais de 400 vinícolas, mas a produção está concentrada em somente 3 delas.

Os números da vitivinicultura na China, na realidade, são tão obscuros como tantos outros tipos de informação a respeito desse país. Mas o fato é que a demanda chinesa por vinho cresce de maneira impressionante. E, cresce também, com uma rapidez incrível, a produção de vinho chinês.

Na realidade, a China produz vinhos há séculos. Os primeiros registros têm mais de 2 mil anos. Mas o vinho era um bem tão precioso, que era consumido somente em rituais sagrados e no palácio do Imperador.

A indústria do vinho só foi estabelecida, de verdade, no final do século 19, e métodos atualizados de vinificação, bem como cultivo de maior variedade de uvas só foram introduzidos na década de 80.

Com o desenvolvimento econômico do país que assistimos nas últimas décadas, a demanda por vinhos de qualidade superior cresceu, e os produtores estão acompanhando esse movimento.

Alguns produtores chineses vêm se beneficiando por meio de joint ventures com parceiros estrangeiros. Com essa transferência de conhecimento, os vinhos chineses, que eram produzidos de maneira pouco ortodoxa até pouco tempo atrás, têm se aproximado de padrões internacionais.

O fato mais notável nesse sentido foi a premiação conferida a um vinho chinês, pela revista Decanter, em 2011.

Algumas informações mais precisas, como a safra, por exemplo, ainda são frequentemente suprimidas dos rótulos. Muitas vezes até em vinhos caríssimos. Por quê? Pela cultura de economia de escala do país, que preocupa-se com o desperdício de ter que imprimir rótulos específicos a cada ano. Mas esse é, sem dúvida, um período de transição, do qual os vinhos chineses vão sair mais desenvolvidos e mais maduros, e seguindo padrões internacionalmente estabelecidos.

O vinho chinês atual é tipicamente tinto. As cepas mais utilizadas na produção de vinhos, na China, são nativas, mas castas internacionais, como Cabernet Sauvignon, Merlot e Chardonnay, têm conquistado cada vez mais espaço nos vinhedos.

A China é um país gigantesco, com diferenças climáticas e topográficas também gigantes. Nesse cenário, algumas das regiões vinícolas mais importantes estão nas províncias de Ningxia, Shandong, Hebei, e Xinjiang.

Ainda não é comum encontrarmos vinhos chineses pelo mundo afora. Em Hong Kong e Macau, que na realidade fazem parte da República Popular da China, é comum. Eventualmente, também encontramos nos Estados Unidos. Mas ainda não tropeçamos nesse vinho, não.

Qual será o destino do vinho produzido na China, só o tempo dirá. Mas é certo que ouviremos falar, mais e mais, nele.

 




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.