Líbano

Sem dúvida, um dos mais antigos produtores de vinho do mundo (talvez o primeiro...). E que merece ser visitado, e revisitado...

Os vinhos libaneses, por princípio, são vencedores de grandes obstáculos. Apesar das condições geográficas e climáticas perfeitas, o país está em uma das áreas mais problemáticas do mundo, com conflitos constantes, internos e externos.

Mesmo assim, os enólogos do Líbano trabalham com determinação e otimismo, sentimentos típicos do povo libanês, em geral. Esse é um povo que faz, de cada refeição, um banquete e um motivo de comemoração, regado à vinho ou arak, um destilado aromatizado com anis, produzido a partir de uvas nativas chamadas Merweh e Obaideh.

A partir da década de 1990, a indústria libanesa de produção de vinho viu um enorme crescimento, com o número de produtores crescendo de 4 para 40! Vale ressaltar que cerca de 60% da população é muçulmana, com restrição ao consumo de álcool por motivos religiosos.

Às margens do mar Mediterrâneo oriental, o Líbano é um país de pelo menos 4 milhões de habitantes (não há censo oficial desde 1932). Mas é, também, um país marcado pelos movimentos migratórios. Somente no Brasil, estima-se que os descendentes de libaneses somem mais de 7 milhões de pessoas.

A maioria dos vinhedos do Líbano está localizada no fértil Vale de Bekaa. Região de verões quentes com noites sempre frias proporcionam alta amplitude térmica, e invernos rigorosos. Apesar do excesso de neve, as temperaturas não atingem números prejudiciais às videiras, apesar de serem suficientemente baixas para proporcionar as condições necessárias à produção de Icewine.

Zahle, uma cidade de 150.000 habitantes, é a capital do Bekaa, e é conhecida como a Cidade do Vinho e da Poesia.

As cepas tintas mais comuns nos vinhos do Líbano são as internacionais Cinsault, Grenache, Carignan, Mourvèdre, Syrah, Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Petit Verdot. Entre as brancas, destacam-se Chardonnay, Muscat, Sauvignon Blanc, Sémillon e Viognier, além das nativas Merweh e Obaideh.

Mais do que exótico, o vinho libanês costuma ser um produto de qualidade, que vale a pena ser experimentado, e degustado! Cerca de 50% de sua produção segue para mercados de exportação, sendo os principais consumidores os ingleses, franceses e americanos. Quanto se produz? Menos de 10 milhões de garrafas, por ano.

Quem sabe nós, brasileiros, também não podemos incluir esses vinhos na nossa lista de degustações?




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.