México

Além da tequila e da cerveja, o México também é um país produtor de vinhos.

A história vitivinícola mexicana começou no início do século 15, quando acabou o suprimento de vinho trazido pelos conquistadores espanhóis, e eles plantaram videiras no novo continente.

Em 1530, decretou-se que cada fazendeiro deveria plantar 10 videiras por ano, para cada índio escravizado que tivesse em suas propriedades.

E as uvas viníferas adaptaram-se tão bem no México, que, do final do século 17 até a independência do país, houve até uma proibição, por parte da Espanha, de se produzir vinhos mexicanos, exceto para fins religiosos, de maneira que não concorressem com os espanhóis. Obviamente, isso representou, à época, um retrocesso para a indústria do vinho, no México.

Mas, atualmente, os vinhos do México vivem um período de revolução, com modernas práticas de produção implementadas por conceituados enólogos.

É fato que boa parte dos vinhedos no país corresponde à produção de destilados de uva, mas os vinhos mexicanos também têm seu espaço, e merecem destaque.

O estado mexicano de Baja California, na fronteira com San Diego, é onde são produzidos os melhores vinhos do país. O terroir do Vale de Guadalupe, em Baja California, tem fama de ser semelhante aos mais conceituados terroirs californianos. Se quiser ler mais sobre o conceito de terroir, clique aqui.

A influência costeira no Vale do Guadalupe, a menos de 20 km de distância do Oceano Pacífico, garante noites frias mesmo durante os meses mais quentes. E amplitude térmica é um dos fatos mais apreciados pelos vinhedos...

A região de Baja California, que concentra 90% da produção do país, conta até com um moderno museu dedicado ao vinho, recentemente inaugurado, El Museo de la Vid y el Vino.

Outras regiões produtoras de vinho, no México, além de Baja California, são Sonora, Coahuila, Durango, Aguascalientes, Zacatecas e Queretaro.

Muitas das uvas cultivadas no México são de origem francesa ou espanhola. As principais uvas na região são Cabernet Sauvignon, Zinfandel, Cabernet Franc, Carignan, Grenache, Merlot, Malbec, Petite Sirah, Petit Verdot e Tempranillo. As brancas são Chardonnay, Chasselas, Chenin Blanc, Macabeo, Moscatel, Palomino, Riesling, Sémillon e Sauvignon Blanc.

Da próxima vez em que alguém sugerir comida mexicana, que tal rebater com a pergunta: “E um vinho do México, para acompanhar?”

 




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.