Rússia

O país, chamado oficialmente Federação Russa, é muito mais conhecido pela vodca do que pelo vinho. Será que o país que destila grãos e tubérculos, também fermenta uvas?

Sim, fermenta. E para a surpresa de muitos, a antiga União Soviética, da qual a Rússia fazia parte, era, no final da década de 1950, o sétimo produtor de vinho, segundo a OIV.

A Rússia, de fato, produz vinho desde a Antiguidade, assim como seus vizinhos. No século 7 a.C., colonos gregos estabeleceram aldeias nessa região, e produziram alguns dos primeiros vinhos do mundo!

No final do século 19, vinícolas russas produziam espumante para atender à demanda da aristocracia do país, que apreciava os vinhos de Champagne.

Durante o regime comunista, a indústria russa do vinho viveu políticas que privilegiavam a quantidade em detrimento à qualidade, com cientistas desenvolvendo cepas resistentes a geadas, e de alto rendimento.

Mas esse quadro está se revertendo, lentamente, desde a década de 1990. De lá para cá, por exemplo, vários produtores perderam suas licenças por fabricarem produtos de má qualidade. E a Rússia tem assistido o surgimento de vinícolas de boa qualidade, que adotaram técnicas e padrões europeus.

A maioria das vinícolas e dos vinhedos da Rússia, talvez 80%, encontram-se em Krasnodor Krai, nas proximidades e na costa do Mar Negro.

A maioria dos vinhos que se produz na Rússia, talvez 80%, tem um caráter adocicado. Ainda é evidente a preferência, dos russos, pelos vinhos mais doces.

E a maioria dos vinhos que se produz na Rússia, talvez também 80%, não é bem vista, segundo padrões de qualidade estabelecidos pelo mercado internacional. Os maiores problemas, segundo especialistas, está na acidez elevada, e na falta de gosto.

Mas existe um horizonte promissor. Existe, sim, uma minoria de vinhos que é muito bem feita. E existem profissionais do mundo do vinho reconhecendo esse fato, e ajudando a divulgá-lo.

Vale lembrar um desafio adicional, enfrentado pelos produtores russos: os invernos, rigorosíssimos, podem chegar até a destruir as vinhas.

Certamente ainda são incomuns, os vinhos russos. Talvez até por isso mesmo, são muito interessantes! Então, um brinde!

E, se quiser continuar sua viagem pelo mundo dos vinhos, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.