Turquia

Um país exótico, a começar pela localização: trata-se de um país transcontinental, que fica na Eurásia.

O que isso significa? Significa que parte do território da Turquia encontra-se no continente europeu, e outra parte está no continente asiático. Istambul, que aliás é a maior cidade da Turquia, é a única cidade do mundo a situar-se em dois continentes diferentes.

Mesmo não estando entre os maiores produtores de vinho, a Turquia está em 5º lugar no tamanho de seus vinhedos, que correspondem a 7% do total de vinhas do mundo!

Como trata-se de um país predominantemente muçulmano, o consumo de álcool per capita é baixo. Além disso, bebe-se mais cerveja que vinho na Turquia. Assim, apenas uma pequena parcela das uvas cultivadas, cerca de somente 2% delas, é destinada à produção de vinho.

Ironicamente, a Turquia está literalmente no berço da cultura do vinho. As primeiras evidências da Vitis Vinifera, com mais de 7.000 anos, estão localizadas no leste da Turquia, perto da fronteira com o Irã e com a Armênia. Os historiadores acreditam que o cultivo da vinha e a produção do vinho tiveram início justamente aqui.

E, apesar de o vinho ter ocupado um papel indispensável na vida social das civilizações mais antigas dessa região, ele foi praticamente banido por vários séculos. Durante o longo período do Império Otomano (1299-1923), a produção e o comércio de vinho eram realizados quase que exclusivamente por minorias não-muçulmanas, como gregos, armênios, sírios, e outros povos.

Na realidade, ao longo de todo esse tempo, intercalaram-se períodos de maior tolerância ao vinho, com períodos de proibições mais rígidas ao consumo de álcool, sem que, contudo, as vinhas fossem arrancadas.

E a história do vinho na Turquia começou a ser reescrita recentemente. Somente a partir de 1925 a produção de vinho turco foi retomada, como um dos sinais de modernização e ocidentalização do país.

Dentre as cepas nativas da Turquia, que são utilizadas na vinificação, destacam-se as brancas Bornova Misketi, Emir, Narince e Sultaniye, e as tintas Calkarasi, Kalecik Karasi, Okuzgozu e Bogazkere.

Dentre as uvas internacionais cultivadas na Turquia para a produção de vinho, encontramos principalmente Syrah, Cabernet Sauvignon, Merlot, Sauvignon Blanc e Chardonnay, nessa ordem.

Uma curiosidade: a Turquia está justamente entre os paralelos 30° e 50°N, faixa considerada a mais propícia para o cultivo de uvas de qualidade.

Outra curiosidade: a produção de vinhos na Turquia é realmente pequena, de aproximadamente 65 milhões de litros por ano, e apenas 4% desse total é destinado à exportação. Portanto, se encontrar um vinho turco por aí, não perca tempo, e experimente-o!

Para encerrar, se quiser saber quais são os maiores produtores de vinho do mundo, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.