O terroir científico

Acaba de sair na Proceedings of the National Academy os Sciences, uma das publicações científicas multidisciplinares mais importantes do mundo, um estudo que pode começar a encerrar a polêmica por trás do terroir.

Essencialmente, terroir é a suposição, ou a afirmação, de que a terra onde as uvas são cultivadas confere ao vinho uma qualidade única. Mas esse é um dos temas mais controversos na indústria do vinho, sendo muitas vezes considerado apenas uma questão de marketing, pejorativamente falando.

Para esse estudo, foram utilizadas 273 amostras de mosto de uva (suco ainda não fermentado) de diferentes locais da Califórnia, das safras de 2010 e de 2012.

O artigo publicado que, em português, teria o título de “Biogeografia microbiana de uvas viníferas depende da cepa, da safra e do clima”, elucida a relação entre a região de produção, o clima e micro-organismos, ou micróbios.

Na prática, significa dizer que um grupo de cientistas californianos conseguiu provar que uvas de uma mesma região, ou de uma mesma variedade, costumam ter os mesmos micro-organismos, como bactérias e fungos.

A uva é transformada em vinho por meio de atividade microbiana. E esses micro-organismos, presentes nas superfícies das uvas ou em seus caules, devem contribuir para o terroir muito mais do que se imaginava.

Até então, o sabor específico de um determinado terroir era atribuído somente ao efeito das condições ambientais.

Essa é uma das primeiras provas científicas a respeito da relevância do terroir para o mundo dos vinhos, de como e porque um Chardonnay não é sempre o mesmo Chardonnay; ele depende, entre outras coisas, da localização do seu vinhedo.

Para ler mais sobre terroir, clique aqui. E, para conhecer as características específicas dos vinhos de algumas regiões ao redor do mundo, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.