O calendário da uva

Quando for degustar sua taça de vinho, que tal pensar no que está acontecendo nesse mesmo momento nos vinhedos, tanto os lá do hemisfério norte, como os daqui do hemisfério sul?

 Janeiro lá, julho aqui... No auge do inverno, quando as vinhas estão dormentes, é a hora de podá-las, manualmente. Mesmo que o frio esteja insuportável.

 Fevereiro lá, agosto aqui... No final do inverno, as vinhas podem já estar podadas, mas ainda é necessário reparar as estruturas dos vinhedos, como fios ou estacas.

 Março lá, setembro aqui... No mês em que começa a primavera, os brotos começam a aparecer nos vinhedos, e a fotossíntese começa a nutrir a videira. 

 Abril lá, outubro aqui... Mesmo em plena primavera, ainda há risco de geada. E esse é o momento para a poda de renovação, que dá força aos ramos.

 Maio lá, novembro aqui... As vinhas começam a florescer, e, em seguida, será a vez de aparecerem as primeiras uvas. O risco de geada é menor a cada dia. Se quiser saber mais sobre as flores dos vinhedos, das quais pouco se fala, clique aqui.

 Junho lá, dezembro aqui... Essa é a época do posicionamento dos ramos nos fios e redes, da aplicação de fertilizantes orgânicos, da irrigação e da poda de cachos, quando a colheita promete ser abundante.

 Julho lá, janeiro aqui... Quando as vinhas estão totalmente crescidas, as grandes copas protegem os pequenos brotos, e é chegada a hora da pulverização contra pragas e doenças.

 Agosto lá, fevereiro aqui... As uvas amadurecem, ficando amarelo-esverdeadas, no caso das variedades brancas, e vermelhas ou roxas, no caso das tintas. Cachos excedentes podem ser podados mais uma vez. 

 Setembro lá, março aqui... As uvas são cuidadosamente monitoradas para a tomada de decisão da melhor data para o início da colheita, processo que acontece somente uma vez ao ano. Essa decisão vai depender do ciclo de chuva, da temperatura, da variedade... Curiosidade: já ouviu falar sobre vinhos produzidos a partir de uvas congeladas nas videiras? Se quiser saber, clique aqui.

 Outubro lá, abril aqui... Esse ainda é um mês de colheita. As vinhas, depois de esvaziadas, recebem água para que possam repor seus nutrientes. As uvas colhidas vão para as primeiras etapas de vinificação. Permanecem nos vinhedos apenas as uvas de colheita tardia. Para ler sobre colheita tardia, clique aqui.

 Novembro lá, maio aqui... As folhas ficam amarelas, douradas, às vezes vermelhas, e caem, com a primeira geada, ou com os ventos de outono.

 Dezembro lá, junho aqui... As vinhas entram em período de hibernação. Produtores realizam testes nas plantas para planejar o próximo ano, e podem começar a poda.

Às vezes, cedemos à tentação de pensar num processo em que a uva nasce ali, sozinha e por conta própria, como num passe de mágica, sem a menor interferência da atividade humana. Mas, é graças ao trabalho e à dedicação de muitos profissionais, ao redor do mundo, que esse ciclo acontece com maestria, ao som da natureza.

Esses profissionais merecem todo o nosso reconhecimento e o nosso agradecimento, pelo vinho que bebemos!




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.