Queijos

Vinho e queijo são dois prazeres da vida. E nada como desfrutar um prazer com simplicidade. Vamos tentar, então, simplificar as dicas dessa combinação? Esqueça o senso comum, e, em primeiro lugar, não prenda-se à velha máxima de que queijo pede apenas vinho tinto.

Indo completamente contra todos os costumes desde sempre praticados na nossa cultura, vinhos brancos podem harmonizar com queijos incrivelmente bem, e dependendo do caso, até melhor do que os tintos. Acredite, pois essa é uma questão, em grande parte, química: de um modo geral, queijo é um alimento rico em gordura, e a acidez dos vinhos brancos estimula a nossa salivação, diluindo melhor a gordura.

Embora, basicamente, seja formada de proteína e gordura, a estrutura química do queijo varia, de tipo para tipo, o que é decisivo para o acerto das combinações com o vinho.

O princípio é: queijos mais leves, vinhos mais leves; queijos mais “ricos”, vinhos mais encorpados. Mesmo existindo exceções, começa a ficar fácil entender essa lógica. E, como as variedades de queijo são muitas, selecionamos apenas algumas das mais comuns e organizamos em cinco grupos:

Vinhos brancos, preferencialmente jovens e leves, com queijos frescos. Pense em Sauvignon Blanc.

Mozzarella: Chenin Blanc, Pinot Gris e Sauvignon Blanc

Mozzarella de búfala: Alvarinho, Riesling e Sauvignon Blanc

Queijo de cabra: Chardonnay, Chenin Blanc, Pinot Gris e Sauvignon Blanc

Ricota: Pinot Gris e Sauvignon Blanc

 

Vinhos tintos ou brancos, preferencialmente de corpo médio, com queijos cremosos e de casca macia. Beaujolais são boas soluções.

Brie: Cabernet Franc, Chardonnay, Gamay (como os de Beaujolais), Merlot, Pinot Blanc, Pinot Noir, Riesling, Sauvignon Blanc e Viognier

Camembert: Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Chenin Blanc, Gamay (como os de Beaujolais), Gewurztraminer, Merlot, Pinot Blanc e Pinot Noir

 

Vinhos tintos ou brancos, um pouco mais encorpados, com queijos semiduros ou de pasta cozida. Considere, por exemplo, Pinot Noir ou Chardonnay.

Emmental: Cabernet Franc, Chardonnay, Merlot, Riesling, Shiraz/Syrah e Pinot Noir

Gouda: Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Merlot, Pinot Gris, Riesling, Shiraz/Syrah e Zinfandel

Gruyère: Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Merlot, Pinot Noir, Sauvignon Blanc e Zinfandel

 

Vinhos tintos robustos, com queijos de casca dura, que têm menos umidade e gordura. Shiraz, ou Syrah (entenda diferenças e semelhanças clicando aqui), é uma boa escolha.

Cheddar: Cabernet Sauvignon, Merlot, Tempranillo (como os de Rioja) e Shiraz/Syrah

Parmesão: Cabernet Sauvignon, Merlot, Nebbiolo (como os de Barolo e Barbaresco), Sangiovese (como os de Chianti) e Shiraz/Syrah

Provolone: Cabernet Sauvignon e Shiraz/Syrah

 

Vinhos fortificados e de sobremesa com queijos azuis, que cobrem as papilas gustativas de modo profundo. O alto teor alcóolico potencializa a limpeza da capa pastosa que esses queijos formam no palato, capaz de ocultar o caráter sensorial de qualquer outro vinho.

Gorgonzola (de leite de vaca, mais suave): fortificados como Jerez e Porto, vinhos de sobremesa como Sauternes e Tokaji

Roquefort (de leite de ovelha, mais forte): fortificados como Jerez, Madeira, Marsala e Porto, vinhos de sobremesa como Sauternes e Tokaji

 

Na dúvida, valem alguns truques: o emparelhamento de vinhos e queijos da mesma região costuma dar certo. Por exemplo, um bom Chianti italiano e um potente Parmesão. E espumantes de qualidade, em especial os Champagnes, podem muito bem ser servidos com todos os tipos de queijo.

Vamos lembrar que essas associações são, antes de mais nada, apenas sugestões. Não há regras. Aliás, há sim, uma regra bastante importante: coma e beba aquilo que lhe agrada e que lhe faz bem.

Se você ficou com água na boca de pensar em tantos queijos e vinhos, não perca tempo! Aproveite essas dicas e faça seu momento!

Ah, e que tal ver também a receita e as dicas de harmonização de uma fondue suíça tradicional, clicando aqui?






Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.