Furmint

Uma uva capaz de produzir alguns dos vinhos mais complexos e com maior longevidade, do mundo! Um bom motivo para conhecê-la!
 

Ribeira Sacra

Um local onde a montanha se impõe sobre a costa. Um dos tesouros da Península Ibérica. Uma denominação de grandes vinhos. Seja bem-vindo, a Ribeira Sacra, na espanhola Galícia!
 
Era uma vez uma uva, que foi extinta. Mas a história não acaba por aí...
 
Menos de 7% do total de vinho produzido, no mundo, corresponde a vinhos espumantes. Mesmo assim, ou talvez até mesmo por isso, eles são muito especiais.
 
Um pão caseiro, mas com cara e sabor de profissional. Fácil e rápido de fazer. Está esperando o quê?
 
Sabe aquele conhecedor de vinho super sofisticado, que até chega a ser desagradável? Pois é... Esse tipo de enófilo não costuma apreciar Beaujolais Nouveau, o vinho que todo esnobe adora detestar!
 

Corvina

Se você acha que não conhece essa uva, é bem provável que esteja enganado. Ela faz parte, por exemplo, dos famosos Valpolicella e também dos Bardolino.
 
A toda hora aparece um novo termo para designar as gerações. Os Baby Boomers foram os que nasceram logo após a 2ª Guerra Mundial; a geração X é composta pelos nascidos entre meados dos anos 60 e o final dos 70;  a geração Y nasceu a partir dos anos 80, e por aí vai...
 
Esse é um assunto que sempre desperta interesse, e dúvida.
 
Sim, a cor de um vinho pode ser laranja. Se você ainda não ouviu falar nisso, essa é a hora. Se você ainda não experimentou, essa também é a hora!
 
Garrafa deitada? Garrafa de pé? Afinal, qual o jeito correto de armazenar? Afinal, há um jeito correto de armazenar?
 

Taurasi

Taurasi fica a 50 km de distância de Nápoles. Essa comuna italiana da Campania, no sul do país, tem algo em torno de 2.750 habitantes, apenas. Mas é responsável por vinhos impressionantes.
 

Roussanne

A origem desse nome é bem interessante. Apesar de a uva ser clara, seu nome vem da palavra francesa roux, que significa vermelho. Isso porque a variedade, ao amadurecer, adquire uma cor castanho-avermelhada.
 
Amantes de café não concebem encerrar uma refeição, sem uma xícara. E a combinação do café e do vinho vem chamando a atenção, em vários pontos moderninhos, espalhados pelo mundo. Então, virou assunto também por aqui.
 
Será que até para a vista, o vinho faz bem?
A principal causa de perda da visão, depois dos cinquenta anos de idade, é a degeneração da mácula, uma doença degenerativa da retina que provoca a perda progressiva da visão central.